Pandemia

DF ultrapassa 4 mil mortes por covid-19 e registra 645 novos casos

DF notificou mais 16 mortes por covid-19 nas últimas 24 horas, além de registrar mais 645 infectados pela doença. Já são 234.376 casos confirmados

Júlia Eleutério*
postado em 07/12/2020 20:34
 (crédito: Vinicius Magalhaes)
(crédito: Vinicius Magalhaes)

O Distrito Federal ultrapassou a marca de quatro mil mortes por covid-19 após registrar mais 16 óbitos nesta segunda-feira (7/12). Segundo informações do boletim epidemiológico da Secretaria de Saúde, foram mais 645 novos casos notificados nas últimas 24 horas. Com isso, a capital totaliza 234.376 casos confirmados. Destes, 95,3% já estão recuperados e 4.001 evoluíram para óbito.

Os óbitos ocorreram entre os dias 28 de outubro e 6 de dezembro, sendo notificados neste último boletim. A maioria (12) tinha idade entre 60 e 79 anos. Além disso, 15 residiam no DF e, destas, seis moravam em Ceilândia. A outra pessoa era morador do estado de Goiás. Eram oito homens e oito mulheres, sendo que 11 das vítimas da doença tinham comorbidades como problemas cardiovasculares e distúrbios metabólicos.

A taxa de letalidade - proporção entre número de óbitos e de infectados - do DF é de 1,8% e a taxa de mortalidade é de 120,5 a cada 100 habitantes. Do total de casos confirmados, a maioria ocorre entre a faixa etária de 30 a 49 anos. Porém, a maior letalidade (29,1) está entre as pessoas com 80 anos ou mais. Além disso, os homens representam a maioria do casos que evoluíram para óbito no DF, registrando 57,9% do total de mortes.

Com os registros de óbitos desta segunda-feira (7/12), Ceilândia chegou a 727 mortes e permanece com o maior número relação às demais regiões. Em seguida, está Taguatinga (410) e Samambaia (312). O número de infectados também é maior em Ceilândia, com 27.783 casos. Depois, aparece o Plano Piloto, com 19.993, e Taguatinga, com 19.252.

*Estagiária sob supervisão de Mariana Niederauer

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE