PANDEMIA

GDF avalia autorizar fiscalização pela PM

Washington Luiz
Júlia Eleutério*
postado em 07/12/2020 22:19

O governador Ibaneis Rocha (MDB) estuda permitir que a Polícia Militar fiscalize bares e restaurantes do Distrito Federal, como tentativa de frear o crescimento de casos da covid-19. Para o Executivo local, a medida ajudaria, ainda, no monitoramento para conferir se os estabelecimentos comerciais têm funcionado até as 23h, de acordo com o previsto em decreto publicado na última quarta-feira.

Atualmente, essa fiscalização fica a cargo da Secretaria de Proteção da Ordem Urbanística do Distrito Federal (DF Legal). No último fim de semana, o primeiro desde que a restrição de horários para bares e restaurantes começou, 17 estabelecimentos foram interditados por descumprimento das regras. Entre 4 e 6 de dezembro, fiscais da pasta vistoriaram 169 locais, multando 19 donos e notificando outros nove.

Ontem, durante entrega de obras nas quadras 509 e 510 da W3 Sul, Ibaneis comentou que a restrição aos horários entrou em vigor após verificação de descumprimento das regras de prevenção à covid-19 nesses locais. “Esperamos uma conscientização maior da população e dos donos de estabelecimentos, mas vamos atuar de forma firme e fechar locais que estejam descumprindo as normas”, destacou o governador do DF.

A medida entrou em vigor em 2 de dezembro. No entanto, segundo a DF Legal, os dois primeiros dias serviram para orientação. Por isso, não houve notificação, multa ou interdição de bares ou restaurantes. “Agora, trabalhamos em uma portaria conjunta, para que a Polícia Militar também tenha poder de fechar e autuar esses estabelecimentos. Esperamos que as pessoas tenham consciência. Ainda não existe vacina que seja distribuída à população. A doença está aí”, ressaltou o chefe do Executivo local. Até o fechamento desta edição, o Governo do Distrito Federal não confirmou quando a medida será implementada.

*Estagiária sob supervisão de Jéssica Eufrásio

Mais de 4 mil vítimas

Ontem, o Distrito Federal ultrapassou a marca de 4 mil mortes por covid-19, após registrar mais 16 óbitos. Informações do boletim epidemiológico da Secretaria de Saúde contabilizaram 645 novos casos, confirmados ontem. Com isso, o total de infectados no DF subiu para 234.376 pessoas. Entre elas, 95,3% estão recuperadas e 4.001 não resistiram às complicações da covid-19.

 

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE