OBITUÁRIO

Morre, aos 74 anos, o empresário Abdalla Jarjour, vítima de Covid-19

Pioneiro no DF, o empresário deixa cinco filhos.

Jéssica Cardoso*
postado em 08/12/2020 19:29
 (crédito: Arquivo Pessoal )
(crédito: Arquivo Pessoal )

De origem síria, o empresário do ramo de combustíveis Abdalla Jarjour chegou a Brasília com seus pais, Aziz Abdalla Jarjour e Munia Khoury Jarjour, em 1958. Abdalla foi um dos primeiros a abrir um posto de combustível na capital e lutou contra o aumento de preço de combustíveis ao aderir à frase “guerra aos altos preços dos combustíveis em Brasília”, dita pelo então presidente da CPI dos Combustíveis do DF, Chico Vigilante.

Aos 74 anos, Jarjour morreu na madrugada desta terça-feira (8/12), após complicações ocasionadas pela covid-19. Ele deixa cinco filhos, entre eles o ex-secretário de Governo do Distrito Federal Thiago Jarjour, além de três netos e a companheira, Marinês Santos.

O genro de Abdalla, Anderson Olivieri, conta que o empresário era conhecido pelo seu jeito firme, como um líder nato, extremamente dedicado ao trabalho. Jarjour também adorava viajar e fazer diversos amigos. “Ele era uma figura marcante, única, que tinha um coração imenso e generoso", afirmou Anderson.

No entanto, apesar das diversas viagens que fez, Abdalla era apaixonado pela capital. “Ele sempre fazia questão de dizer que conheceu muitas cidades pelo mundo, mas nenhuma o encantava como Brasília. Para ele, a cidade o alegrava e o fazia se sentir em casa”, contou Anderson.

O velório do empresário ocorreu na Igreja Ortodoxa Antioquina São Jorge, do Lago Sul, das 12h30 às 16h. O sepultamento, às 17h, no Campo da Esperança.

Em suas redes sociais, um dos filhos, Monder Jarjour, agradeceu as condolências e mensagens de carinho recebidas pela família. O Sindicombustíveis do DF também prestou sua solidariedade aos familiares.

História

Após inaugurar o primeiro posto de combustível na CSB 8, em Taguatinga, o empresário criou a American Petro em 1999. Cinco anos depois, o posto foi ampliado com a unidade do Posto Jarjour na 206 Norte e, em 2006, a American Petro ganhou mais uma sede no Eixinho Sul, na altura da quadra 210.

Antes de entrar no ramo de combustíveis, Abdalla Jarjour também trabalhou em diversas atividades comerciais, como no Café Arábia, no Mercados Planalto e no Consórcio Nacional Jarjour.

* Estagiária sob supervisão de Mariana Niederauer

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE