PANDEMIA

Covid-19: mais 3 mortes e 650 casos são registrados neste domingo no DF

Maior porcentagem de mortes está em Ceilândia, onde 2,6% dos casos de covid-19 evoluem para óbito

Alan Rios
postado em 27/12/2020 20:15

O último boletim epidemiológico da Secretaria de Saúde mostra mais três mortes em decorrência da covid-19 e 615 novos casos confirmados. Os números são deste domingo (27/12), quando o Distrito Federal chegou às 248.543 infecções pela doença e 4.201 óbitos. Do total de casos, 5.789 estão ativos, ou seja, são de moradores que lutam contra o novo coronavírus neste momento. 

Em números absolutos, Ceilândia é a Região Administrativa com mais contaminações e mortes provocadas pela pandemia, com 28.789 casos e 753 moradores que não resistiram às complicações e faleceram. A cidade concentra ainda a maior porcentagem de mortes. De todas as infecções, 2,6% evoluem para óbito. No cálculo de mortalidade a cada 100 mil habitantes, porém, Ceilândia ocupa a quinta posição entre os maiores números.

Os locais com as maiores mortalidades quanto à proporção da população são Sobradinho, Taguatinga, Núcleo Bandeirante e Gama. Em Sobradinho, há 230,5 óbitos em decorrência da doença para cada 100 mil habitantes. Ao todo, o DF tem hoje uma taxa de 126,2 mortes a cada 100 mil habitantes.

A transmissibilidade do vírus, ou seja, a média de quantas pessoas são contaminadas por cada infectado, está em 0,79. Esse dado mostra que cada 100 pessoas que carregam o vírus na capital transmitem para outras 79. Quando a taxa de transmissão está abaixo de 1, o cenário é de redução da transmissão. Nas últimas semanas, o DF chegou a apresentar taxa de 1,3, o que indicava avanço da pandemia.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE