Plano de Saúde

Carência para partos pelo GDF Saúde diminui em 240 dias

Redução de prazo, agora em 60 dias, também será aplicada para os exames complementares e outros casos. Os prazos valerão para aqueles que se inscreverem até 1º de junho de 2021

Correio Braziliense
postado em 29/12/2020 14:47
 (crédito: Agência Brasília)
(crédito: Agência Brasília)

O plano de saúde para servidores do Distrito Federal, o GDF Saúde, reduziu de 300 para 60 dias a carência para realização de partos. A redução também vale para os exames complementares, que saíram de 90 para 60 dias, e demais casos – como o de cirurgias programadas –, de 180 para 60 dias. Os novos prazos valerão para as adesões até 1º de junho de 2021.

Segundo o presidente do Instituto de Assistência à Saúde do Servidor (Inas), Ney Ferraz, após a determinação do governador Ibaneis Rocha, estudos foram feitos pela equipe técnica para colocar em prática as novas carências. “O órgão concedeu prazo especial para a adesão dos servidores. Essa medida permitirá que os funcionários tenham todo acesso à rede em um espaço de tempo menor. Eles esperaram esse convênio por anos, e a saúde não espera”, explica.

Ferraz destacou que a portaria ainda estabelece os valores das coparticipações, sendo o mínimo de R$ 5 mil e o máximo de R$ 15 mil por procedimento hospitalar, por ano. “O pagamento da coparticipação será descontado em folha, com parcela mínima de R$ 200 e limitado a 10% da remuneração bruta do servidor”, detalha. “Dessa forma, o servidor não vai comprometer sua renda, como ocorre nos planos comerciais”.

Os demais serviços, como os de urgência e emergência 24 horas e consultas, continuam com a mesma carência. O primeiro atendimento pode ser feito logo após a adesão ser efetivada, e o segundo, depois de 60 dias. 

Para se cadastrar no GDF Saúde, basta acessar o site do Inas-DF. Lá também é possível baixar o regulamento do convênio médico para obter todas as informações necessárias, como o Termo de Adesão e todos os documentos que precisam ser enviados. Em caso de dúvidas, o interessado pode entrar em contato com o telefone (61) 3521-5331 ou solicitar esclarecimentos pelo e-mail adesao@inas.df.gov.br.

*Com informações da Agência Brasília 

 

 

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE