Crime

Jovem é atropelado após cobrar conserto de bicicleta no DF; veja vídeo

O fato ocorreu na segunda-feira (28/12) e foi filmado pelos moradores da região. O condutor foi preso em flagrante

Darcianne Diogo
postado em 30/12/2020 23:17
 (crédito: Reprodução)
(crédito: Reprodução)

Um jovem de 19 anos foi atropelado após se envolver em uma discussão, na Quadra 2 de Planaltina. O fato, que ocorreu na segunda-feira (28/12), foi filmado pelos moradores da região (veja o vídeo). O motorista, de 25 anos, tentou fugir do local, mas foi detido em flagrante pouco tempo depois pela Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF). A 16ª Delegacia de Polícia investiga o caso.

Ao Correio, o rapaz, identificado como João Vitor Alves, narrou a versão. O jovem trabalha como marceneiro com o pai desde março e conta que, na segunda-feira, saiu de casa com uma bicicleta, na Vila Buritis, para fazer o orçamento de um serviço na casa de um amigo. “Entrei na residência e deixei a bicicleta estacionada na calçada, quando, do nada, escutei um barulho. Foi o momento que ele acertou a bike com o carro”, disse.

Ao sair da casa, o jovem questionou o condutor e disse que ele iria pagar o conserto da bicicleta. “Ele começou a falar alto, disse que a bicicleta não deveria estar ali”, completou João. O marceneiro conta, ainda, que o suspeito chegou a lhe ameaçar, dizendo que iria passar o carro por cima dele. “Quando virei as costas, ele me atingiu. Só senti a pancada e não vi mais nada. Acordei no hospital”, detalhou.

Nas imagens, gravadas por um morador, é possível ver o momento que João fala: “Ele vai pagar”. Em seguida, o jovem vira as costas, momento em que é atropelado. Ele foi socorrido e encaminhado ao Hospital Regional de Planaltina, onde submeteu-se a exames de tomografia, mas, felizmente, não houve alterações. “A bicicleta era emprestada. Peguei com meu tio só para fazer esse serviço e acontece isso. Nunca passei por uma situação dessa. Não estou conseguindo dormir direito, por causa do choque que tive na cabeça. Acordo de madrugada, caminho, converso e não durmo mais”, relatou.

Prisão


Após tentar fugir, o motorista foi capturado por militares pouco tempo depois e conduzido à 16ª DP, onde foi autuado por lesão corporal grave e omissão de socorro. O Correio apurou que o suspeito passou por audiência de custódia, mas não foi liberado e permanecerá preso.

A reportagem tenta localizar a defesa do acusado. O espaço permanece aberto para manifestações.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE