PANDEMIA

DF abre o ano com 376 novos casos de covid-19; total já é de 252 mil

Nas últimas 24h, também foram registradas novas 4 mortes no Distrito Federal, sendo três homens e uma mulher

Luana Patriolino
postado em 01/01/2021 18:55
 (crédito: REUTERS/Amanda Perobelli)
(crédito: REUTERS/Amanda Perobelli)

O Distrito Federal alcançou a marca de 252.077 casos confirmados de infecção pelo novo coronavírus. Somente nas últimas 24 horas, foram 376 novas notificações e 4 óbitos, registrados neste primeiro dia do ano. Os dados são do Boletim Epidemiológico divulgado pela Secretaria de Saúde. As mortes foram registradas em moradores de Ceilândia (1); Samambaia (1); Taguatinga (1); e Vicente Pires (1). Destes, 3 eram homens e 1 mulher.

O documento indica que as maiores taxas de incidência da doença, que representa o total de casos confirmados a cada grupo de 100 mil habitantes, estão em Sobradinho I, Lago Sul, Taguatinga e Riacho Fundo I, chegando a 12,7 mil/100 mil hab. Em números absolutos de casos, Ceilândia está no topo com 29.011, seguido por Plano Piloto (22.454) e Taguatinga (20.502).

A idade média do total de casos confirmados é de 39 anos, variando entre 0 e 107 anos, e a de óbitos é de 71 anos, variando de 0 e 104. A taxa de transmissão do vírus no DF ficou em 0,74, abaixo do índice do dia anterior, que estava em 0,79. Quando esse valor é superior a 1, indica que a pandemia está em avanço. Abaixo deste número, significa a desaceleração. O mês de março foi o que registrou o maior pico: 3,1.

Para enfrentar a segunda onda do vírus, a Secretaria de Saúde anunciou um plano para mobilizar 230 novos leitos em unidades de terapia intensiva (UTIs) com o objetivo de tratar os pacientes infectados. Até as 18h desta sexta, a taxa de ocupação dos leitos de UTI públicos era de 69,1%.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE