Violência contra a mulher

Homem é preso depois de ameaçar ex-mulher com faca

Crime ocorreu em Samambaia e vítima teve de se trancar em casa para evitar ataque de agressor, que pulou muro

Jéssica Moura
postado em 03/01/2021 10:11 / atualizado em 03/01/2021 11:16

Na noite desse sábado (2/1), um homem foi preso depois de invadir a casa da ex-mulher, em Samambaia para ameaçá-la. Segundo o relato da vítima, ele pulou o muro da residência, na quadra 429, e ela se trancou dentro de casa para evitar que ele entrasse. O homem, então, teria quebrado o vidro da porta para invadir o local.

A mulher acionou a Polícia Militar que prendeu o rapaz em flagrante. Dentro do carro dele, estacionado em frente, havia uma faca, a qual, de acordo com a moça, ele usou para ameaçá-la. Ela disse ainda aos policiais que o homem guardava uma arma de fogo na casa dele. Ao vasculhar o local, a PM encontrou uma arma de pressão.

O homem foi encaminhado à 26ª Delegacia de Polícia (Samambaia Norte) e vai responder aos crimes no âmbito da lei Maria da Penha.

Violência contra a mulher

Apesar do novo ano, os casos de violência contra as mulheres ainda persistem na capital federal. Ainda no sábado, um caso semelhante ocorreu em Taguatinga, onde a PM também prendeu um homem que quebrou a porta da casa da ex-mulher, invadiu o local, a estuprou e roubou o celular da vítima. No primeiro dia do ano, houve ainda registro de duas tentativas de feminicídio. Uma delas foi na Estrutural, em que após uma discussão, um homem de 43 anos tentou matar a tiros a namorada de 39 anos e a filha dela. O segundo caso foi no Guará, onde o homem ameaçou ferir a mulher com uma faca no pescoço dela.

Segundo dados compilados pela Secretaria de Segurança Pública, 13 casos de feminicídio foram registrados no Distrito Federal entre janeiro e setembro do ano passado, além de outros 16 assassinatos de mulheres, elevando o número a 29 vítimas. Em 53,8% dos casos, os algozes são os próprios companheiros. Em 30,8%, são os ex-cônjuges.



Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE