Economia

Parceria entre empresas facilita parcelamento de dívidas de veículos

Benefício está disponível no aplicativo Sem Parar e oferece parcelamento de débitos em até 12 vezes no cartão de crédito

Correio Braziliense
postado em 14/01/2021 15:15
Sem parar e zapay fizeram parceria para facilitar o parcelamento -  (crédito: Minervino J?nior/CB/D.A Press - 7/2/20                  )
Sem parar e zapay fizeram parceria para facilitar o parcelamento - (crédito: Minervino J?nior/CB/D.A Press - 7/2/20 )

Desde 12 de janeiro, condutores do Distrito Federal que possuam o aplicativo Sem Parar têm novas possibilidades de pagamento de débitos veiculares como o IPVA, licenciamento, multas e DPVAT. Em parceria com a startup Zapay, o app garante que os usuários parcelem as dívidas em até 12 vezes no cartão de crédito. 

Além disso, o app garante que os clientes não paguem taxas extras pelo serviço. Vale lembrar que o pagamento do IPVA, no DF, começa em 22 de fevereiro e poderá ser pago em até três parcelas de valores iguais e, necessariamente, maiores que R$ 50. Caso o valor do imposto seja inferior a R$ 100, será cobrado em cota única.

As datas de vencimento foram definidas conforme o algarismo final da placa do veículo. Veja:

- Final 1 ou 2: Primeira parcela em 22 de fevereiro; segunda em 22 de março; terceira em 26 de abril

- Final 3 ou 4: Primeira parcela em 23 de fevereiro; segunda em 23 de março; terceira em 27 de abril

- Final 5 ou 6: Primeira parcela em 24 de fevereiro; segunda em 24 de março; terceira em 28 de abril

- Final 7 ou 8: Primeira parcela em 25 de fevereiro; segunda em 25 de março; terceira em 29 de abril

- Final 9 ou 0: Primeira parcela em 26 de fevereiro; segunda em 26 de março; terceira em 30 de abril

O Sem Parar é responsável pelos pedágios no Brasil, além de atuar em 650 postos de combustíveis, mais de 1.500 estacionamentos de shoppings, aeroportos e centros comerciais, 550 drive-thrus e 150 lavas-rápidos, em 13 Estados além do DF.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE