Economia

Iniciativa privada vai gerenciar pátios de carcaças de veículos no DF

Empresa será responsável pela remoção e guarda dos carros abandonados. Concessão terá duração de 20 anos

Correio Braziliense
postado em 20/01/2021 12:30
 (crédito: André Violatti/Esp.CB/D.A Press
)
(crédito: André Violatti/Esp.CB/D.A Press )

O Executivo local abriu licitaçãp para transferir à iniciativa privada a incumbência de remover e guardar os veículos apreendidos pelo Departamento de Estradas de Rodagem (DER). Na prática, os pátios que armazenam as carcaças de veículos abandonados recolhidas em todo o Distrito Federal serão geridos por uma Parceria Público-Privada (PPP). No ano passado, mais de 400 foram retiradas das ruas do DF.

Pelo contrato, a concessão vale por 20 anos. Depois desse período, as instalações e bens adquiridos pela empresa vencedora passam para o DER. O acordo ainda prevê a construção de dois novos pátios: em Samambaia e na região do Colorado, em Sobradinho. O valor estimado do contrato é de R$ 36.620.604,92. Pela publicação no Diário Oficial do Distrito Federal (DODF), a licitação está marcada para 1º de março.

A Secretaria de Segurança Pública realiza periodicamente ações da operação DF Livre de Carcaças para recolher os veículos abandonados que ainda se acumulam em várias regiões da capital. O problema é sensível sobretudo no período de chuvas, como é o verão, pois esses carros podem se tornar criadouros do mosquito Aedes aegypti, transmissor de dengue, zika e chikungunya.

A medida integra o conjunto de outros 17 projetos de concessão avaliados pela Secretaria de Projetos Especiais (Sepe), que incluem estruturas como a da Rodoviária do Plano Piloto, a gestão dos restaurantes comunitários, o Metrô e o Shopping Popular, por exemplo.



Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE