Crime contra o patrimônio

Jovem é preso acusado de furtar apartamento de luxo no Sudoeste

Na residência do rapaz, os investigadores encontraram 300g de cocaína, uma porção de maconha, além de R$ 747, uma balança de precisão e material para embalar os entorpecentes

Darcianne Diogo
postado em 19/02/2021 22:21 / atualizado em 19/02/2021 22:21
 (crédito: PCDF/Divulgação)
(crédito: PCDF/Divulgação)

Policiais civis da 3ª Delegacia de Polícia (Cruzeiro) cumpriram, na manhã desta sexta-feira (19/2), mandado de busca e apreensão na casa de um jovem de 25 anos, na Quadra 7 do Paranoá. O rapaz é acusado de furtar, em dezembro do ano passado, diversos objetos de valor em um apartamento de luxo no Sudoeste. 

O mandado foi expedido pela 7ª Vara Criminal de Brasília. Na casa do rapaz, os investigadores encontraram 300g de cocaína, uma porção de maconha, além de R$ 747, uma balança de precisão e material para embalar os entorpecentes.

O rapaz foi conduzido à 3ª DP e, em seguida, autuado em flagrante por tráfico de drogas e encaminhado à Carceragem da Polícia Civil do DF (PCDF). As investigações continuam.

Redução em crimes contra o patrimônio

De acordo com levantamento da Secretaria de Segurança Pública (SSP), os crimes contra o patrimônio diminuíram 34% no mês de janeiro em todo o DF se comparado ao mesmo período do ano passado. Além disso, o estudo aponta para a redução de outros tipos de ocorrências, como latrocínio (-71,4%) e estupro (-35,3%).

No primeiro mês deste ano, foram registrados 2.371 ocorrências relacionadas a crimes contra o patrimônio, contra 3.595, no mesmo mês de 2020. Entram na lista da categoria criminal: roubo a transeunte, roubo a veículo, roubo em transporte coletivo, roubo em comércio, roubo em residência e furto em veículo.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE