SAÚDE

Hospital de Base amplia capacidade de atendimento para pacientes com câncer

Depois de receber aparelho mais moderno do Sírio-Libanês, a expectativa é que número de pacientes atendidos diariamente passe de 34 para 45

Luana Patriolino
postado em 21/02/2021 08:20 / atualizado em 21/02/2021 13:15
 (crédito: Davidyson Damasceno/Iges-DF)
(crédito: Davidyson Damasceno/Iges-DF)

O Hospital de Base de Brasília (HB) vai ampliar o atendimento para pacientes com câncer. Isso será possível por causa da conclusão dos serviços de atualização do acelerador linear, aparelho usado em sessões de radioterapia para pessoas com a doença. O HB estima passar de 35 para 45 a quantidade de pessoas atendidas diariamente.

Conhecido pela sigla em inglês MLC, o aparelho se chama colimador de múltiplas lâminas e foi doado pelo Hospital Sírio-Libanês. O novo acessório é capaz de configurar a radiação emitida de acordo com o formato e a localização do tumor a ser tratado, resultando em mais segurança no processo. No funcionamento do aparelho antigo, eram confeccionados blocos de colimação de uma liga metálica específica, composta de metais pesados.

Com o novo equipamento, será possível fazer o tratamento sem que um técnico entre na sala de radioterapia de quatro a seis vezes por sessão, como acontecia antes, para que fossem trocados os blocos — que eram feitos para cada um dos pacientes.

A tecnologia com blocos colimadores limitava o tratamento radioterápico de determinados tipos de câncer, enquanto as múltiplas lâminas, por serem mais precisas na radiação, também aumentam o escopo das patologias atendidas.

As empresas contratadas pelo  Instituto de Gestão Estratégica de Saúde do Distrito Federal (Iges-DF), foram responsáveis por transportar e calibrar o equipemento.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE