PATRIMÔNIO HISTÓRICO

Marinha do Brasil diz que irá revitalizar obra Sereiazinha

Em resposta à matéria publicada neste sábado (20/2), pelo Correio, o Comando do Ministério da Marinha afirmou que pretende revitalizar a estátua doada por dinamarqueses

Ana Maria da Silva
postado em 21/02/2021 16:59
 (crédito: Minervino Júnior/CB/D.A Press)
(crédito: Minervino Júnior/CB/D.A Press)

Após o Correio publicar, no sábado (20/2), a matéria que conta a história da obra Sereiazinha, doada durante a inauguração de Brasília pela Dinamarca, o Comando do Ministério da Marinha do Distrito Federal informou que irá revitalizar a escultura. O órgão também ressaltou que estátua não foi abandonada, e que a manutenção é realizada constantemente.

"A falta de água em seu espelho com azulejos azuis justifica-se pela revitalização que será feita na obra. A Marinha do Brasil reforça seu compromisso com a conservação do patrimônio histórico e cultural sob sua curadoria, contribuindo para manter vivas a memória e a identidade da nação”, ressalta a Marinha.

Na reportagem, publicada no sábado (20/2), o Correio conta a história do ícone de bronze inspirado na obra original, A Pequena Sereia de Copenhague, que descansa sobre uma rocha no porto da capital dinamarquesa, às margens do Mar Báltico. A obra, construída pelo artista Carl Jacobsen, ganhou várias réplicas distribuídas pelo mundo. Uma delas chegou a Brasília e encontra-se em frente ao prédio principal do Comando da Marinha.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE