pandemia

Morre o segundo policial penal do Distrito Federal vítima de covid-19

O policial penal Erasmo de Miranda Santos veio a óbito neste domingo (4/4), por volta das 21h. Ele estava internado há uma semana em estado grave na UPA de Ceilândia

Correio Braziliense
postado em 05/04/2021 10:27 / atualizado em 05/04/2021 11:04
O policial era lotado no Centro de Detenção Provisória -  (crédito: Divulgação)
O policial era lotado no Centro de Detenção Provisória - (crédito: Divulgação)

Lotado no Centro de Detenção Provisória (CDP 2), Erasmo de Miranda Santos morreu neste domingto (4/4) em decorrência da covid-19. Ele é o segundo policial penal do sistema penitenciário do Distrito Federal a vir a óbito por causa da doença. O agente morreu por volta das 21h, após uma semana internado em estado grave na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Ceilândia.

Em nota de pesar, o Sindicato dos Policiais Penais do Distrito Federal (Sindpol) informou que Erasmo morreu depois de ter se contaminado pelo novo coronavírus dentro do Centro de Detenção Provisória (CDP 2), conhecido entre os policiais penais como "Covidão". O policial precisou ser intubado e os familiares precisaram lutar por uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) na rede de saúde do DF. Na madrugada de sábado (3/4), ele havia conseguido transferência.

O Sindpol afirma que o homem era um dos policiais penais mais antigos do sistema penitenciário do Distrito Federal. "Em sua trajetória, ganhou a admiração e o respeito de seus colegas por sua personalidade forte, e pelo seu senso de justiça. Erasmo nunca deixou de defender sua categoria e não se calava diante das injustiças muitas vezes impostas pelo sistema".

O policial penal deixa a esposa e dois filhos de 10 e 3 anos de idade. De acordo com o Sindicato, Erasmo é o segundo policial penal a perder a vida para a covid-19 desde o início da pandemia. Ele será sepultado nesta segunda-feira (5/4), às 15h, no Cemitério de Taguatinga. 

  • Coronavírus infecta 780 presos e 362 profissionais de segurança no DF
    Coronavírus infecta 780 presos e 362 profissionais de segurança no DF Foto: Wilson Dias
  • Erasmo Miranda, policial penal que morreu em decorrência da covid-19
    Erasmo Miranda, policial penal que morreu em decorrência da covid-19 Foto: Arquivo Pessoal
Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE