Eixo capital

Alexandre de Paula
postado em 05/04/2021 21:03
 (crédito: Renato Alves/Agência Brasília - 22/5/20)
(crédito: Renato Alves/Agência Brasília - 22/5/20)

Narrativa

Em meio à crise causada pela situação da pandemia, o GDF tenta emplacar uma agenda positiva. A estratégia tem sido focar em ações relacionadas a obras e a cuidados com a cidade. Mesmo atos pequenos de manutenção têm recebido destaque. As ações maiores também viraram prioridade no discurso do Executivo local. Em mais de uma oportunidade, o governador Ibaneis Rocha (MDB) afirmou que elas são uma maneira de manter a economia aquecida e gerar empregos.


Demanda

Os pedidos para que o ministro da Justiça, Anderson Torres, tire do Distrito Federal os líderes presos de facções criminosas ainda não chegaram à mesa. Torres acabou de assumir a pasta e tem uma série de questões para priorizar antes disso. Figuras próximas tanto do novo ministro quanto do governo local têm certeza de que a demanda, hora ou outra, chegará.


Aperto de mãos

Em agenda conjunta em São Sebastião, o governador Ibaneis Rocha (MDB) recebeu agradecimento do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) pela parceria. Os dois se cumprimentaram com aperto de mãos. O gesto é simbólico. Mesmo com as críticas de Bolsonaro por causa do lockdown recentemente, Ibaneis manteve-se discreto e também elogiou Bolsonaro. Tanto por razões políticas quanto pela governabilidade, não interessa a ele confusão com o presidente.


Desgaste

A derrubada da ocupação nas proximidades do CCBB gerou desgaste para o Executivo local. A oposição criticou o momento da operação em meio à pandemia. Manifestantes se reuniram no local para protestar contra a ação. Dentro do GDF, a área social assegura que acompanhou as famílias e ofereceu destinação para elas antes das derrubadas.


Contra o homeschooling

O deputado federal Israel Batista (PV-DF) criticou duramente a prioridade do Governo Federal ao projeto que regulamenta o homeschooling no país. “Isso mostra uma falta de planejamento, de projeto para a educação brasileira. O projeto do homeschooling em si não é o problema. O problema é a gente oferecer a ele a prioridade dos nossos esforços”, afirmou durante debate na Câmara com os ministros da Educação, Milton Ribeiro, e da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves. Israel é presidente da frente parlamentar mista da Educação. O detalhe é que a secretária executiva do grupo, a deputada federal Luísa Canziani (PTB-PR), é relatora do projeto e defensora do método de ensino.


Carreata de oração

Enquanto o Supremo Tribunal Federal (STF) decide sobre a permissão para cultos e eventos religiosos, algumas igrejas têm buscado alternativas para fugir de aglomerações e reduzir riscos. No fim de semana, a Igreja Adventista do Sétimo Dia de Sobradinho, por exemplo, fez uma carreata de oração. Fiéis também doaram equipamentos de proteção individual para o Hospital Regional de Sobradinho.


Ressonância

Emenda da deputada federal Paula Belmonte (Cidadania-DF) garante a compra de aparelho de ressonância magnética para o Hospital de Base. A parlamentar cobrou a execução do recurso, de R$ 4,1 milhões. O valor está empenhado desde dezembro, mas o Instituto de Gestão Estratégica de Saúde não efetuou a compra ainda.


Só papos


“O Orçamento 2021 é uma peça de ficção, completamente inexequível. Para atender demandas de parlamentares, os investimentos do Desenvolvimento Regional são da ordem de R$ 16 bilhões.”

Erika Kokay (PT-DF), deputada federal


“Alguns excessos que ocorreram precisam ser removidos. Tenho certeza de que não foi nada de má-fé. É natural de um time que não jogou junto ainda. É natural que a soma das partes exceda o que era possível fazer. É da política.”

Paulo Guedes, ministro da Economia

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE