Capital S/A

Samanta Sallum
postado em 06/04/2021 21:55 / atualizado em 06/04/2021 21:57
 (crédito: Grupo Malunga/Divulgação)
(crédito: Grupo Malunga/Divulgação)

"Porque eu sou do tamanho do que vejo. E não do tamanho da minha altura"

Fernando Pessoa


Grupo Malunga de orgânicos lança mais produtos e serviços

A fazenda e o mercado Malunga de produtos orgânicos apresentam muitas novidades para oferecer saúde e qualidade de vida em tempos de pandemia. Entre elas, o Clube Malunga, que tem o objetivo de aproximar mais o cliente da empresa.

“Com a pandemia, perdemos aquele contato diário com nosso público, com as pessoas que vinham nos visitar para conhecer a fazenda. Então, criamos o clube para levar a fazenda e nossos mercados até a casa das pessoas”, conta Joe Valle, sócio-fundador do grupo Malunga.

 

Receitas e dicas de bem-estar

Joe Valle explica que a ideia vai muito além de um clube de descontos. É um canal de relacionamento para oferecer serviços e conteúdo, como receitas para alimentação saudável, dicas de bem-estar e divulgação dos trabalhos comunitários e sociais. Para conhecer, basta acessar www.clubemalunga.com.br.

 

Pizza 100% orgânica

O grupo Malunga reúne duas empresas: uma administra a fazenda, que fornece orgânicos para 40 mercados no DF; e a outra, os pontos de venda próprios. O mais novo produto da marca é a primeira pizza 100% orgânica do Brasil. Pode ser comprada pronta ou para assar em casa. “A nossa tendência é cada vez mais oferecer opções de alimentação pronta para nossos clientes. Já temos a linha de carnes e de saladas. Tudo orgânico”, conta Valle.

 

Ações na Bolsa de Valores

O grupo Malunga tem um arrojado plano de expansão. Aumentar o número de seis mercados, no DF, para 10, até 2022. E expandir para outras capitais. Estão na rota: Rio de Janeiro, São Paulo, Curitiba e Florianópolis. Também está prevista a abertura de capital com ações na Bolsa de Valores nos próximos anos.


Referência nacional

A Fazenda Malunga, a 70km do centro de Brasília, começou sua história com um negócio pequeno há 30 anos. Hoje, é referência nacional em produção de orgânicos. “O Distrito Federal está dando o exemplo nesse segmento. Temos mais de 300 produtores certificados. E o mercado consumidor expandiu na pandemia porque as pessoas estão mais preocupadas com a saúde, em se alimentar bem”, aponta Joe Valle.


Grandes empresas disputam mercado

Multinacionais como a Nestlé e a Unilever se renderam às exigências do consumidor por alimentos mais saudáveis. Lançaram as versões orgânicas de produtos já conhecidos, como o Leite Ninho, entre outros.


IFB apoia microempresas afetadas pela pandemia

Para ajudar empreendedores com negócios afetados pela pandemia, o Instituto Federal de Brasília (IFB) vai selecionar propostas de inovação e solução criadas por alunos e professores. Cada projeto terá apoio financeiro de R$ 20.700 para ser executado no período de seis meses.


Remodelagem de negócios

Por meio da Pró-Reitoria de Extensão e Cultura, foi aberto edital para seleção de sete projetos voltados ao atendimento, apoio e orientação de micro e pequenos empreendedores (MPEs) e empreendedores individuais (MEIs) para ações de remodelagem de negócios.As propostas serão recebidas até 14 de abril. O projeto tem a parceria do MEC.


Soluções em grande escala

“Queremos apoiar, com esse projeto, pelo menos 35 microempreendedores no enfrentamento à covid-19. Vamos buscar soluções aplicáveis em grande escala, para que possam atender muitas empresas”, explica o professor Paulo Wanderley, pró-reitor de Extensão do IFB.

 

Estabelecimento Responsável

O setor de bares e restaurantes foi um dos atendidos pelo IFB, que ofereceu capacitação para o manejo seguro de alimentos na pandemia. E também foi a IFB com a Fecomércio-DF que desenvolveu o procedimento para o selo de Estabelecimento Responsável.

  • Grupo Malunga/Divulgação
    Grupo Malunga/Divulgação Foto: Grupo Malunga/Divulgação
  • IFB/Divulgação
    IFB/Divulgação Foto: IFB/Divulgação

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE