Santa decapitada

Correio Braziliense
postado em 08/04/2021 23:18
 (crédito: Reprodução/Rede sociais)
(crédito: Reprodução/Rede sociais)

Policiais da 33ª Delegacia de Polícia (Santa Maria) investigam a motivação que levou à decapitação de uma imagem de Nossa Senhora Aparecida, na noite dessa quarta-feira. Os agentes tentam descobrir se o ato trata-se de vandalismo, intolerância religiosa ou se alguém esbarrou na santa e quebrou a imagem por acidente. O caso aconteceu em frente à capela Cristo Rei, na QR 117, de Santa Maria. Até o fechamento desta edição, nenhum responsável havia sido identificado. Em nota, a Administração Regional de Santa Maria lamentou o ocorrido e manifestou repúdio. “O Código Penal, no Artigo n° 208, trata o episódio como crime, que deve ser investigado pelas forças de segurança para punição dos envolvidos”, informa o comunicado oficial. Quem tiver informações que levem ao responsável pela ação também pode denunciar por meio do telefone 197. Advogado especialista em direito penal, Karlos Gad Gomes ressalta que o crime prevê pena de um mês a um ano de detenção ou multa. “Apesar de o Brasil ser um Estado oficialmente laico, sem religião oficial, o país é multicultural e multirreligioso. É necessário assegurar essa liberdade, tendo em vista se tratar de direito fundamental”, alerta o advogado.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE