DECISÃO

Mecânico do Exército é condenado por furtar viatura e dirigir embriagado

O caso aconteceu em outubro de 2018, quando o soldado ingeriu bebida alcoólica dentro do quartel e usou o carro sem permissão

Correio Braziliense
postado em 06/05/2021 20:57
 (crédito: Cb Estevam/CComSEx/ Exército Brasileiro)
(crédito: Cb Estevam/CComSEx/ Exército Brasileiro)

Um ex-soldado do Exército, que atuava como mecânico, foi condenado a 3 meses e 11 dias de detenção por furtar e dirigir embriagado uma viatura em Brasília. O caso aconteceu em outubro de 2018, quando o homem ingeriu bebida alcoólica dentro do quartel e usou o carro sem permissão. A sentença foi confirmada pelo Superior Tribunal Militar (STM).

As investigações apontam que o militar permaneceu com a chave da viatura e saiu fardado com o veículo sem que os fiscais percebessem. Posteriormente, moradores informaram à Polícia Militar que um carro do Exército foi visto fazendo manobras perigosas na pista.

O homem confessou estar embriagado e o teste do bafômetro confirmou a presença de álcool no seu organismo. Após ser preso em flagrante, ele foi levado ao Batalhão de Polícia do Exército de Brasília e admitiu seus atos.

O ministro relator, Marco Antônio de Farias, manteve a condenação e descartou o argumento da defesa de que as condutas não foram intencionais. De acordo com ele, as evidências mostravam que tanto a embriaguez quanto o uso proibido da viatura foram propositais.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE