DENÚNCIA

Escritório com vaga para negros presta queixa na delegacia de crimes raciais

Em um grupo de WhatsApp, Max Telesca anunciou uma vaga de estágio exclusiva para pessoas negras em grupos de conversa. Colegas advogados reagiram com piadas e brincadeiras de cunho racista. Caso ocorreu no sábado (8/5)

Ana Isabel Mansur
postado em 10/05/2021 16:45 / atualizado em 10/05/2021 18:52
 (crédito: Caio Gomez/CB/ DA Press)
(crédito: Caio Gomez/CB/ DA Press)

O advogado Max Telesca está registrando queixa, na tarde desta segunda-feira (10/5), na Delegacia Especial de Repressão aos Crimes por Discriminação Racial, Religiosa ou por Orientação Sexual ou contra a Pessoa Idosa ou com Deficiência (Decrin-DF), por injúrias raciais após a divulgação de uma vaga de estágio exclusiva para candidatos negros. O caso ocorreu no sábado (8/5).

Segundo o advogado Beethoven Andrade, que está acompanhando Telesca, os ataques ao processo seletivo continuaram ao longo dos últimos dias. Andrade informou que a Secretaria de Justiça do Distrito Federal (Sejus), por meio da Subsecretaria de Direitos Humanos, está acompanhando o caso para tomar as medidas cabíveis dentro da competência.

"Estamos fazendo a queixa para identificar qual foi o teor da ameaça. Sabemos que houve a continuação das primeiras ocorrências, dentro do mesmo grupo e em grupos contíguos. Não houve ameaças contra a integridade do Max, mas em torno do processo seletivo que ele abriu e das primeiras denúncias. Continuaram com as ilações, agravando o que aconteceu em um primeiro instante. Estamos passando para a Polícia Civil para ser apurado", afirmou Andrade ao Correio.

O advogado também informou que a Comissão de Igualdade Racial Seccional da Ordem dos Advogados do Brasil do Distrito Federal (OAB-DF) também está acompanhando o caso e vai se reunir no fim da tarde desta segunda (10/5). O grupo pretende denunciar o ocorrido ao Tribunal de Ética e Disciplina.

Entenda

O escritório Telesca e Advogados Associados anunciou uma vaga de estágio em alguns grupos de WhatsApp. Na divulgação da oportunidade, o escritório ressaltou que a vaga de estágio na área de Direito seria “exclusivamente para afrodescendentes."

O anúncio causou reações contrárias nos grupos em questão. Enquanto alguns defenderam a iniciativa, outros a criticaram duramente, tendo ainda os que debocharam e teceram comentários considerados racistas.

Sobre a vaga, Max Telesca afirmou ter buscado uma política afirmativa e inclusiva. O advogado tem histórico com causas que envolvem minorias, tendo sido o representante, por exemplo, da primeira mulher trans a ingressar nas Forças Armadas.

 

  • Suposto caso de racismo entre advogados do DF
    Suposto caso de racismo entre advogados do DF Foto: Material cedido ao Correio
  • Suposto caso de racismo entre advogados do DF
    Suposto caso de racismo entre advogados do DF Foto: Material cedido ao Correio
  • Suposto caso de racismo entre advogados do DF
    Suposto caso de racismo entre advogados do DF Foto: Material cedido ao Correio
  • Suposto caso de racismo entre advogados do DF
    Suposto caso de racismo entre advogados do DF Foto: Material cedido ao Correio
  • Suposto caso de racismo entre advogados do DF
    Suposto caso de racismo entre advogados do DF Foto: Material cedido ao Correio
  • Suposto caso de racismo entre advogados do DF
    Suposto caso de racismo entre advogados do DF Foto: Material cedido ao Correio
  • Suposto caso de racismo entre advogados do DF
    Suposto caso de racismo entre advogados do DF Foto: Material cedido ao Correio
  • Suposto caso de racismo entre advogados do DF
    Suposto caso de racismo entre advogados do DF Foto: Material cedido ao Correio
  • Suposto caso de racismo entre advogados do DF
    Suposto caso de racismo entre advogados do DF Foto: Material cedido ao Correio
  • Suposto caso de racismo entre advogados do DF
    Suposto caso de racismo entre advogados do DF Foto: Material cedido ao Correio
  • Suposto caso de racismo entre advogados do DF
    Suposto caso de racismo entre advogados do DF Foto: Material cedido ao Correio
  • Mensagens vazadas de grupo de Whatsapp sobre suposto caso de racismo de advogados
    Mensagens vazadas de grupo de Whatsapp sobre suposto caso de racismo de advogados Foto: Material cedido ao Correio
Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE