Segurança

Soldado da Aeronáutica e mais dois são presos por tráfico de drogas em Vicente Pires

O militar foi flagrado entrando em um carro na Rua 10. O veículo, segundo as investigações, era dos fornecedores da droga

Darcianne Diogo
postado em 23/06/2021 09:31
 (crédito: Divulgação/PCDF)
(crédito: Divulgação/PCDF)

Um soldado da aeronáutica, de 21 anos, acabou preso, na tarde desta terça-feira (22/6), ao ser flagrado por policiais civis da 38ª Delegacia de Polícia (Vicente Pires) recebendo drogas na Rua 10 para revendê-las a um usuário. Outros dois jovens também foram detidos.

Os policiais receberam uma denúncia informando que os suspeitos estavam vendendo drogas na região. A equipe montou uma campana e, depois de uma hora, viu quatro jovens em frente a uma distribuidora de bebidas em atitude suspeita.

Minutos depois, um carro chegou e um dos rapazes entrou no veículo. Os policiais abordaram o automóvel e, quando o motorista percebeu a aproximação dos agentes, tentou fugir, mas foi interceptado por outra equipe a poucos metros. Dentro do carro, estavam três pessoas. Segundo as investigações, durante a fuga, um dos homens dispensou uma sacola com cerca de 30g de cocaína.

Ainda dentro do carro, a polícia encontrou duas porções de cocaína no console da porta do motorista. "Foi apurado que havia sido o militar da Aeronáutica quem ingressou no veículo dos fornecedores para receber a porção de droga que havia sido jogada para fora do automóvel", detalhou o delegado Heverton Araújo.

Associação

As investigações revelaram, ainda, que o soldado e o irmão, de 17 anos, se associaram para vender R$ 1 mil de cocaína para um terceiro interessado. "Como estavam sem a droga no momento, eles encomendaram a quantia de R$ 700 aos jovens que estavam no carro e pretendiam revender ao usuário pelo valor que haviam anteriormente negociado, obtendo, desta forma, um lucro de R$ 300", afirmou o delegado.

Após a prisão dos irmãos, os policiais foram até a casa deles e encontraram porções de maconha do tipo Skunk, uma balança de precisão e dinheiro. No imóvel, os investigadores constataram, ainda, que o militar havia deixado a filha, de 3 anos, sozinha em casa. Por isso, ele terá que responder por abandono de incapaz, além de tráfico de drogas, associação para o tráfico e corrupção de menores.

Além dos irmãos e dos fornecedores, os policiais autuaram em flagrante um jovem de 19 anos por posse de drogas para consumo pessoal, pois, durante a revista, foram encontradas carteira cinco micro-selos de LSD na carteira.

Os fornecedores do militar e do irmão dele foram autuados por tráfico de drogas e associação para o tráfico de drogas, estando sujeitos a uma pena que pode alcançar os 25 anos de prisão.

O irmão do militar, por ser menor de idade, foi encaminhado à Delegacia da Criança e do Adolescente (DCA 2) e foi autuado pela prática de ato análogo aos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico de drogas. A filha do militar foi deixada aos cuidados de uma parente.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE