CRIME

Empresários são presos acusados de vender produtos roubados em farmácias do DF

A equipe chegou até a dupla no decorrer das investigações de um roubo ocorrido em 7 de junho em uma farmácia situada no Sudoeste. No decorrer das diligências, os policiais constataram que os produtos roubados estavam sendo revendidos em farmácias de várias regiões

Darcianne Diogo
postado em 24/06/2021 00:13
 (crédito: PCDF/Divulgação)
(crédito: PCDF/Divulgação)

Policiais da 3ª Delegacia de Polícia (Cruzeiro) deflagraram, nesta quarta-feira (23/6), a operação Fausse Beauté, que resultou na prisão de dois proprietários de uma rede de farmácias no DF acusados de comprar produtos roubados para revender nos estabelecimentos.

A equipe chegou até a dupla no decorrer das investigações de um roubo ocorrido em 7 de junho em uma farmácia situada no Sudoeste. Na ocasião, três homens armados invadiram o local e levaram diversos objetos, especialmente cosméticos, avaliados em R$ 60 mil. Foram feitas diversas diligências na intenção de identificar os autores, bem como localizar os produtos roubados e os respectivos receptadores.

Após serviços de inteligência e monitoramento, os investigadores descobriram que os itens roubados estavam sendo revendidos em três lojas de uma rede de farmácias localizadas nas cidades do Guará, Taguatinga e Samambaia. A equipe localizou cerca de 350 produtos roubados.

Os dois empresários foram presos e autuados em flagrante pelo crime de receptação e, caso sejam condenados, podem pegar de 3 a 8 anos de prisão. Os dois foram encaminhados ao cárcere da Polícia Civil.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE