Assalto

Samambaia: dupla suspeita de cometer mais de 10 roubos em ônibus é presa

Segundo as investigações, a dupla se armava de facões, embarcava nos coletivos e, com extrema violência, roubava os passageiros

Darcianne Diogo
postado em 26/06/2021 00:51 / atualizado em 26/06/2021 09:19
Vídeo mostra um dos assaltos cometidos pela dupla -  (crédito: PCDF/Divulgação)
Vídeo mostra um dos assaltos cometidos pela dupla - (crédito: PCDF/Divulgação)

A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) deflagrou, nesta quinta-feira (25/6), a operação Ponto Certo e prendeu dois homens acusados de assaltar ônibus em Samambaia. Segundo as investigações, a dupla se armava de facões, embarcava nos coletivos e, com extrema violência, roubava os passageiros.

Após um intenso trabalho investigativo coordenado pela 26ª Delegacia de Polícia (Samambaia Norte), os policiais chegaram à autoria do crime. Com as provas, a polícia solicitou os mandados de prisão preventiva à 1ª Vara Criminal de Samambaia. Em vídeo registrado pelas câmeras de segurança do coletivo mostra um dos roubos (veja a filmagem abaixo).

De acordo com a apuração policial, os dois criminosos ficavam em paradas de ônibus próximas à 2ª Avenida Norte de Samambaia, nas redondezas do Parque Três Marias, onde aguardavam a chegada dos coletivos. No momento que o ônibus parava, a dupla anunciava o assalto usando facões. Após roubar as vítimas, os dois fugiam para a invasão “Fazendinha”.

A polícia acredita que os criminosos estejam envolvidos em, pelo menos, outras 10 ocorrências do mesmo tipo. As investigações continuam no sentido de elucidar outros casos. “A captura dos indivíduos só foi possível tendo em vista a expertise dos agentes de polícia lotados nas seções da SIG, SPCOM e SAM da 26ª DP, os quais cercaram o perímetro de todo o quarteirão das residências dos autores, pois já imaginávamos a fuga pelo telhado das casas vizinhas. Um dos indivíduos foi encontrado dentro de uma caixa d’agua vazia e outro no interior de uma casa abandonada”, detalhou o delegado-chefe da 26ª DP, Rodrigo Larizzatti.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE