Aviação

Companhia aérea Itapemerim inicia operações em Brasília nesta quinta (1º/7)

O voo inaugural foi recebido com o tradicional batismo, quando jatos de água são jogados na aeronave para celebrar um fato marcante da aviação

Correio Braziliense
postado em 30/06/2021 07:51 / atualizado em 30/06/2021 08:51
 (crédito: Divulgação)
(crédito: Divulgação)

A partir desta quinta-feira (1º/7), a mais nova companhia aérea brasileira, Itapemirim Transportes Aéreos, vai começar a operar os voos regulares comerciais em todo o Brasil. A estreia oficial aconteceu nesta terça-feira (29/6), na capital federal. O voo que saiu de Guarulhos, pousou no Aeroporto de Brasília, às 11h40.

O voo inaugural foi recebido com o tradicional batismo, quando jatos de água são jogados na aeronave para celebrar um fato marcante da aviação. A companhia aérea transportou apenas convidados que foram recepcionados para um almoço em um hangar do terminal brasiliense.

A bordo do primeiro voo, estavam o presidente da companhia, Sidnei Piva, diretores, colaboradores, familiares e convidados. Eles desembarcaram no hangar 32 do Aeroporto Internacional Juscelino Kubistchek para comemorar o batismo de águas da aeronave, símbolo de novo marco na trajetória da empresa, já consolidada no transporte rodoviário.

Dentre os convidados estavam o presidente da Inframérica (que opera o Aeroporto de Brasília), Jorge Arruda; o presidente da Embratur, Carlos Brito; o presidente da Infraero, Hélio Paes Júnior; a secretária de Turismo do DF, Vanessa Mendonça; e os secretários de Turismo da Bahia e do Rio de Janeiro, Maurício Bacellar e Gustavo Reis, respectivamente.

Para acompanhar a chegada do avião, o Aeroporto de Brasília sorteou 20 spotters - amantes de fotografia de aviões - para verem de perto o batismo da companhia aérea. Por conta da pandemia, o número de participantes teve de ser menor que os tradicionais eventos realizados pela concessionária.

Retomada econômica

Ao falar na cerimônia, a secretária de Turismo do DF, Vanessa Mendonça, afirmou que a chegada do voo da Itapemirim marca um novo modelo de conexão e que Brasília se consolida como um eixo forte para o turismo interno. Além disso, a secretária declarou que o turismo no Brasil e em Brasília será a grande virada de chave para a retomada econômica.

“A nossa capital é a janela de entrada do Brasil e agora, a partir de Brasília, com a Itapemirim, nós vamos fortalecer esses destinos regionais e mostrar que a nossa cidade vai muito além do que as pessoas podem imaginar”, destacou Vanessa.

Para a gestora pública, o início das operações da Itapemirim por Brasília tem um significado relevante. “A Itapemirim inaugurando suas atividades por Brasília é uma demonstração de que o futuro é agora, de que o turismo já está numa retomada forte e que Brasília é o centro para uma experiência única como destino turístico para todos os brasileiros. Estamos de asas abertas para a Itapemirim. Assim, convido todos a conhecerem a sua capital”, acentuou.

Pesquisa realizada pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) apontou que, em maio, o Aeroporto Internacional de Brasília ficou em terceiro lugar entre os aeroportos do país com maior movimentação de passageiros, próximo de Viracopos, em Campinas (SP); e atrás de Guarulhos.

Operações em Brasília

No aeroporto de Brasília, a ITA, como é carinhosamente chamada, vai começar a operar voos com frequências diárias. Neste primeiro momento todos partem da capital federal para Guarulhos (SP), mas há voos chegando de outros aeroportos, como Galeão (Rio de Janeiro) e Confins (Belo Horizonte). Os voos da ITA serão realizados por aeronaves Airbus A320, com capacidade para transportar até 162 passageiros.

*Com informações do Aeroporto de Brasília e Setur-DF

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE