Cidadania

Carreta da Mulher vai ao assentamento da Chapadinha nesta quinta (8/7)

Iniciativa leva serviços às mulheres da comunidade no campo. Até às 16h, além de cadastro em programas sociais, elas também terão acesso a atendimentos de saúde

Correio Braziliense
postado em 08/07/2021 12:35 / atualizado em 08/07/2021 12:37
Expectativa da pasta é atender 100 moradoras de Chapadinha, no Lago Oeste -  (crédito: Dênio Simões/Agência Brasília)
Expectativa da pasta é atender 100 moradoras de Chapadinha, no Lago Oeste - (crédito: Dênio Simões/Agência Brasília)

Nesta quinta-feira (8/7) será lançado o projeto Secretaria da Mulher no Campo. O programa consiste na oferta de serviços às mulheres que moram na zona rural do Distrito Federal.

A expectativa da pasta é atender 100 moradoras da Chapadinha: 50 pela manhã e mais 50 à tarde. Haverá distribuição de senhas para organizar a fila e assegurar o distanciamento social.

Entre eles estão atendimento psicossocial, consultas, exames e debates sobre direitos, legislação e formas de combate à violência de gênero. Outras atividades envolvem oficinas de capacitação gratuitas voltadas para autonomia financeira e econômica das mulheres.

Uma unidade móvel da secretaria vai até as áreas rurais para levar os serviços e torná-los mais acessíveis a essa população. Nesta quinta, a carreta fica até às 16h em Sobradinho para atender as moradoras da Chapadinha e do acampamento Betel.

As mulheres poderão solicitar a emissão da carteira de artesã e inscrever-se no Cadastro Único ou no Programa Prospera. Ainda haverá oficina de pintura e de suculentas.

A secretaria de Saúde também vai promover ações no local para agendar exame citopatológico; vacinação contra gripe e hepatite; realização de testes rápidos de hepatite B e C, HIV e sífilis; além da orientação de como manter a saúde bucal.

Quem participar também recebe um kit de higiene dental e camisinhas. Os profissionais ainda vão medir a pressão arterial das mulheres que quiserem. A próxima ação do tipo está programada para a semana que vem, em 16 de julho, no Assentamento Oziel Alves, em Planaltina.



Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE