CRIME

PCDF identifica acusado de estuprar mulher em chácara de Brazlândia

Crime aconteceu de madrugada em uma chácara de Curralinho. O criminoso também roubou o carro da vítima e abandonou em Taguatinga. Vídeo mostra o suspeito andando depois do crime

Luana Patriolino; Darcianne Diogo
postado em 12/07/2021 18:39
 (crédito: Divulgação/PCDF)
(crédito: Divulgação/PCDF)

A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) identificou o autor do estupro e assalto ocorrido em uma chácara de Curralinho, região do Núcleo Rural de Brazlândia. Segundo a investigação, Marcos Rodrigues da Silva, 23 anos, cometeu os crimes e está foragido. Em imagens obtidas com exclusividade pelo Correio, o criminoso aparece caminhando após abandonar o carro que roubou da vítima no dia do crime. Confira o vídeo. 

O delegado-adjunto da 18ª Delegacia de Polícia (Brazlândia), Ronney Teixeira, explica como a investigação conseguiu identificar o criminoso. “Na madrugada de quarta-feira (dia do crime), o veículo roubado da vítima foi localizado pela Polícia Militar, em Taguatinga. Diante disso, refizemos de forma segura todo o trajeto desse veículo após o crime. Constatamos que ele foi deixado pelo indivíduo duas horas após o cometimento do crime em Taguatinga”, destacou.

“Já trabalhávamos com alguns suspeitos e, após angariarmos imagens desse indivíduo deixando o carro na região de Taguatinga, tivemos a certeza que se tratava de Marcos Rodrigues da Silva”, afirmou Teixeira.

A Polícia Civil pede para que qualquer informação que possa levar ao paradeiro do criminoso seja repassada às autoridades, por meio do telefone 197. A identidade do denunciante vai ser mantida no mais absoluto sigilo.

O crime

Na madrugada do dia 6 de julho, Marcos Rodrigues da Silva, 23 anos, invadiu a chácara, no Núcleo Rural de Brazlândia, e estuprou uma mulher de 57 anos. O criminoso chegou na chácara à pé. Segundo o relato do enteado da mulher, o homem arrombou a porta com um ferro, invadiu a residência com um facão e foi direto ao quarto onde dormiam a mulher e o marido, um idoso de 75 anos. "Ele a amordaçou e cometeu o estupro. Meu pai sofreu um AVC há um tempo e não consegue levantar da cama, então permaneceu deitado. A família está completamente abalada", disse em entrevista ao Correio.

O homem permaneceu na residência por cerca de 30 minutos. Após cometer o abuso, ele roubou o botijão de gás que estava na cozinha, leite, linguiça, cerveja e produtos de limpeza, como detergente. Levou, ainda, o carro do casal, um Prisma de cor prata. "Nunca tinha acontecido uma situação como essa por aqui. Todos os moradores se conhecem e é muito raro acontecer um crime desse potencial nessa região", contou o enteado.


Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE