Reabilitação pós covid-19

Covid-19: HUB oferece reabilitação pulmonar pós-covid

Para conseguir o atendimento, o paciente precisa ter um encaminhamento médico da rede pública

Correio Braziliense
postado em 10/08/2021 19:30
 (crédito: Arquivo Ascom HUB)
(crédito: Arquivo Ascom HUB)

O Hospital Universitário de Brasília (HUB), vinculado à Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh/MEC), está oferecendo tratamento de reabilitação pulmonar para pacientes que contraíram covid-19 e apresentam sequelas da doença. O projeto oferece 60 vagas e, para ter acesso a ele, é preciso um encaminhamento médico de um profissional da rede pública. Em seguida, o interessado deve procurar a Central de Marcação do HUB, de segunda a sexta, de 7h às 19h. O retorno sobre o agendamento ou não do tratamento é dado ao paciente por telefone.

A internação prolongada, que impede o paciente de se movimentar por muito tempo, é um dos fatores que contribuem para sequelas após covid-19. Pacientes que apresentam sintomas de falta de ar, cansaço muscular, dependência funcional, fraqueza generalizada ou perda de massa muscular mesmo depois de recuperados, podem ir atrás do atendimento do HUB.

O motoboy Francisco José Lima, 38, contraiu a doença em junho e precisou ficar 29 dias internado, e 17 dias intubado. Após receber alta, o motoboy percebeu que ainda estava fraco e sem forças para realizar atividades diárias. Devido a isso, foi encaminhado para o programa de reabilitação e já relata melhoras. “Me sinto vitorioso por estar vivo, estou batalhando pela minha saúde e só tenho a agradecer”, conta Francisco.

O programa dura oito semanas, e conta com atividades três vezes por semana, sendo duas no hospital e uma em casa. No HUB, os exercícios são realizados no ginásio da Unidade Multiprofissional, em horários exclusivos para pacientes do projeto. Para garantir a segurança de todos, a capacidade do espaço foi reduzida pela metade e a higienização foi reforçada.

Os exercícios realizados no HUB são feitos no ginásio da Unidade Multiprofissional em horários reservados para pacientes do projeto. O local também conta com aparelhos para exercícios aeróbicos e de musculação, e o HUB disponibiliza suporte de oxigênio por cateter nasal para quem ainda necessita para realização das atividades.

São três fisioterapeutas atuando no projeto, Dante Brasil é um deles. “O papel da atividade física e da fisioterapia na recuperação desses pacientes é crucial. Precisamos tratar e reabilitar essas pessoas para devolvê-las para a sociedade e para a família o quanto antes no melhor estado possível”, explica. A responsável pelo programa, Vanessa Menezes, acrescenta que o tratamento de reabilitação colabora com o sistema de saúde do DF.

“O HUB tem se destacado pela atuação interdisciplinar e cuidado integral ao paciente. O programa de reabilitação proporciona a reintegração laboral e o restabelecimento da qualidade de vida e é muito importante esse serviço estar disponível para o usuário do SUS”, afirma a chefe do Setor de Apoio Diagnóstico e Terapêutico do HUB, Liana Gomide.

 

*Estagiária sob supervisão de...

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE