Copev

Ao lado de André Mendonça, Ibaneis Rocha é homenageado por pastores

Ex-Ministro da Justiça, André Mendonça, e deputados federais participaram do encontro em agradecimento aos 61 anos de Brasília e os 50 anos do Copev

Ana Isabel Mansur
postado em 14/08/2021 11:57 / atualizado em 14/08/2021 11:59
 (crédito: Ana Isabel Mansur/CB)
(crédito: Ana Isabel Mansur/CB)

O governador Ibaneis Rocha (MDB) participou, na manhã deste sábado (14/8), de um culto evangélico em ação de graças pelos 61 anos de Brasília, celebrado na Igreja Presbiteriana Renovada, no Cruzeiro Novo. A cerimônia contou com outras autoridades, como o ex-ministro da Justiça e ex-advogado-geral da União André Mendonça, indicado para o Supremo Tribunal Federal; os deputados federais Celina Leão (PP-DF) e Júlio César Ribeiro (Republicanos-DF); a secretária de Turismo do Distrito Federal, Vanessa Mendonça, e a primeira-dama e secretária de Desenvolvimento Social do DF, Mayara Noronha.

O culto também comemorou os 50 anos do Conselho de Pastores Evangélicos do DF (Copev). O coordenador do Copev, Chancerley de Melo Santana, explicou que não foi possível realizar o culto pelo aniversário de Brasília em abril, mês de inauguração da capital federal, por conta da pandemia da covid-19. "O culto de ação de graças por Brasília é comemorado todo ano. O governador Ibaneis já participou de outros eventos do Copev, mas aqui na igreja (Presbiteriana Renovada) é a primeira vez (que o governador comparece)" afirmou, acrescentando que a igreja cedeu o templo para a realização das comemorações.

Ibaneis Rocha recebeu uma medalha da Copev e agradeceu a homenagem, além do apoio das igrejas cristãs ao seu mandato. "Todos que vêm ou nascem em Brasília sentem renovação e esperança. Sei que estou fazendo um bom governo pela força e amparo que vocês nos dão e pela clareza que Deus coloca na minha mente nos momentos de tomar decisões, que tem sido acertadas. Uma decisão errada de um governante penaliza as pessoas. No meu governo, as igrejas e os pastores são respeitados. Sem a participação das igrejas não podemos fazer um governo correto. Estamos mudando a cultura que havia, de não ter interlocução com as igrejas. GDF é um governo das igrejas e de Deus, e vai andar de braços dados com todos os religiosos do DF", garantiu Ibaneis.

André Mendonça, pastor presbiteriano, recebeu a "benção" do pastor Chancerley para o Supremo Tribunal Federal (STF). O nome dele ainda precisa ser aprovado pelo Senado. Mas o alinhamento aos interesses do Palácio do Planalto ameaça a nomeação. Para garantir a cadeira, Mendonça se dedica a reuniões com senadores.

Pandemia

De acordo com os organizadores do evento, o templo, que comporta 400 fiéis, reuniu cerca de 300 pessoas no culto da manhã deste sábado (14/8). No início de agosto, o governador mudou parte das medidas de segurança contra a covid-19 para reuniões religiosas. A distância mínima entre os frequentadores diminuiu de 1,5m para 1m.

Os demais protocolos, como aferição de temperatura, álcool em gel e uso de máscaras, continuam obrigatórios. No culto deste sábado, havia alguns fiéis sem máscaras dentro da igreja e, apesar da restrição das cadeiras, a distância de 1m entre as pessoas não foi mantida.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE