INFRAESTRUTURA

Obras de Túnel de Taguatinga ficarão prontas até julho de 2022, segundo GDF

Túnel no centro da cidade estará até 70% concluído em dezembro e ficará pronto no fim do primeiro semestre de 2022. Passagem subterrânea terá 1km de extensão e duas vias paralelas, o que desafogará o trânsito na região

Pedro Marra
postado em 29/08/2021 06:00 / atualizado em 29/08/2021 10:10
Túnel de Taguatinga vai reduzir em 25 minutos o tempo de deslocamento dos motoristas que trafegam pelo centro da região administrativa -  (crédito: Minervino Júnior/CB/D.A Press)
Túnel de Taguatinga vai reduzir em 25 minutos o tempo de deslocamento dos motoristas que trafegam pelo centro da região administrativa - (crédito: Minervino Júnior/CB/D.A Press)

Iniciada em 20 de julho de 2020, a obra do túnel de Taguatinga, com previsão de entrega para o fim do primeiro semestre de 2022, está 45% concluída e dentro do prazo de entrega. De acordo com a Secretaria de Obras e Infraestrutura do Distrito Federal (SODF), o túnel vai acabar com as retenções ocasionadas pelos semáforos do centro de Taguatinga e desafogar o trânsito local, por onde trafegam cerca de 25 mil motoristas diariamente. A pasta informa que o tempo de deslocamento dos motoristas que passam pela região será reduzido em, pelo menos, 25 minutos.

Em entrevista ao Correio, o secretário de Obras e Infraestrutura do DF, Luciano Carvalho, projeta que a obra esteja de 60% a 70% pronta até dezembro. “Essa é a expectativa. É uma região de confluência de trânsito para as pessoas que moram em Taguatinga, Ceilândia, Samambaia, Pôr do Sol e Sol Nascente. Certamente, vai reduzir o tempo de viagem dessas pessoas que usam o transporte coletivo, além de trazer uma nova urbanização para o centro de Taguatinga”, declara.

A Secretaria de Obras e Infraestrutura informa que a construção do túnel de Taguatinga tem investimento total de R$ 275 milhões e, até o momento, foram empenhados R$ 65,5 milhões. “Vamos priorizar um corredor de ônibus que vem desde a Avenida Hélio Prates e vai até o Eixo Monumental. Além de ter o trânsito livre para carros dentro do túnel, a parte de cima terá uma faixa exclusiva para ônibus. E vamos ter um boulevard (área verde), com uma grande praça com ciclovias demarcadas e áreas para quiosques, o que vai beneficiar o pedestre e o ciclista”, acrescenta o secretário.

Atualmente, estão em andamento a execução da rede de drenagem pluvial, a escavação e concretagem das muretas guias e a montagem das estruturas metálicas, que servirão de suporte para as vigas e lajes. Recentemente, foi concluída a demolição do viaduto da Avenida Samdu, com início em 24 de julho e término após cerca de três semanas.

Com a conclusão da obra, os carros que estiverem na Avenida Elmo Serejo, sentido Plano Piloto, vão entrar pelo túnel e sair na Estrada Parque Taguatinga (EPTG). Do outro lado, os veículos que chegarem a Taguatinga pela EPTG também vão passar pelo túnel até o início da Via Estádio, saindo logo após o antigo viaduto da Avenida Samdu.Vias marginais darão acesso às avenidas Comercial Sul e Norte e Samdu Sul e Norte.

A passagem subterrânea terá 1.010 metros de extensão e vai contar com duas vias paralelas, cada uma com três pistas de rolagem em cada sentido. A passagem subterrânea oferece, ainda, uma via alternativa pela superfície para o centro de Taguatinga.

Comerciantes ansiosos

Gerente de uma loja de móveis no centro de Taguatinga, Robson Vieira, 49 anos, acredita que a obra vai melhorar a mobilidade e os negócios. “Ajudará no comércio, até porque, hoje, as pessoas evitam vir aqui em Taguatinga devido à obra. Antes, evitavam por causa do trânsito. É uma expectativa grande a conclusão dessa obra para ver se a gente volta ao normal, pois o fluxo de veículos na região é gigantesco, sem falar que vão revitalizar a parte superior. O comércio de Taguatinga merece, porque é muito bom”, avalia o lojista.

Morador de Ceilândia Sul, Robson vai ao trabalho de carro. “Às vezes, tenho de levar uns documentos para a matriz da loja, em Taguatinga Norte. Mas só de saber que vamos ter esse túnel, dá um alívio. Vai ter uma melhor circulação dos ônibus, porque vai ter faixa exclusiva. Então, será muito benéfico para a região”, opina.

Gerente de uma loja de produtos de beleza na região, a moradora do Recanto das Emas Ana Paula Soares, 33, espera que a obra seja concluída no prazo estabelecido, para poder chegar ao trabalho sem maiores dificuldades. “Venho de ônibus, o que me gera muito transtorno. Mas acredito que o trânsito vai melhorar muito, principalmente para quem mora em Ceilândia, que poderá chegar mais rápido aqui. Quando terminar, espero que fique bom mesmo”, comenta. A comerciante cita os inconvenientes causados pela obra. “Caíram muito as vendas e o número de clientes, sem contar a sujeira aqui em frente. Venho pelo Pistão Sul ou por Taguatinga Sul. Dependendo do horário, tenho que vir a pé para não ficar parada no engarrafamento”, conta.

Valorização imobiliária

Na opinião de Eduardo Aroeira Almeida, presidente da Associação de Empresas do Mercado Imobiliário do Distrito Federal (Ademi-DF), o túnel de Taguatinga tem potencial para influenciar outras cidades próximas. “Essa obra aguardada há tanto tempo vai beneficiar não apenas a região de Taguatinga, mas também Samambaia e Ceilândia, pois as pessoas de lá terão uma melhor opção de acesso e mobilidade no sentido do Plano Piloto”, analisa.

Eduardo destaca o possível desenvolvimento do comércio na área central de Taguatinga. “Com o movimento de carros no túnel, há uma melhoria muito grande de mobilidade, valorizando os imóveis e fazendo com que aquela região seja muito mais agradável. Os imóveis vão valorizar pela melhoria do ambiente. Provavelmente, surgirão empresas interessadas em fazer edificações modernas e com mais qualidade nos lotes remanescentes e possíveis de se edificar na região. Mas é um processo de médio de prazo”, projeta o presidente da Ademi-DF. 

  • Estão em andamento a execução da rede de drenagem pluvial e a montagem das estruturas metálicas
    Estão em andamento a execução da rede de drenagem pluvial e a montagem das estruturas metálicas MINERVINO JUNIOR
  • Ana Paula Soares espera que a obra seja concluída dentro do prazo para poder chegar ao trabalho sem dificuldades
    Ana Paula Soares espera que a obra seja concluída dentro do prazo para poder chegar ao trabalho sem dificuldades MINERVINO JUNIOR

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE