Segurança

Fuzil é furtado dentro de hotel

Armamento foi encontrado em uma casa no Lago Sul, horas após o crime. Polícia busca um homem e duas mulheres suspeitos de terem levado o equipamento da suíte da vítima, ontem. Segundo investigações, criminosos conheciam o proprietário

Darcianne Diogo
postado em 13/09/2021 23:24
 (crédito: PMDF/Divulgação)
(crédito: PMDF/Divulgação)

A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) trabalha para elucidar a motivação do furto de um fuzil e munições que estavam em uma suíte de um hotel de alto padrão, localizado na área central de Brasília. O crime foi na tarde de ontem e mobilizou policiais militares e civis da Divisão de Operações Especiais (DOE). O armamento foi encontrado em uma casa no Lago Sul. A vítima reconheceu, por vídeo, um dos três suspeitos — duas mulheres e um homem. Ninguém está preso. Segundo investigações, os criminosos conheciam o proprietário.

Por volta das 15h, os policiais militares se deslocaram ao hotel, no Setor Hoteleiro Norte (SHN), para apurar uma ocorrência de furto. Segundo as investigações, o trio teria entrado no hotel depois de fornecer os dados do hóspede, dono do fuzil. O equipamento furtado foi retirado do local dentro de uma bolsa, conforme informações da Polícia Militar (PMDF).

O Correio apurou que, no momento do crime, o locatário do apartamento, um advogado, que reservou a hospedagem por meio de uma plataforma on-line, estava em uma fazenda, onde passou o dia. Ao retornar ao hotel, ele teria se deparado com três pessoas dentro da suíte, mas o fuzil não estava no local. O inquilino seguiu os suspeitos com uma caminhonete, mas os perdeu de vista.

Segundo o major da PM Odorico, que coordenou a operação, o advogado reconheceu o suspeito por meio das imagens das câmeras do circuito interno de segurança e repassou a filmagem aos policiais. “A partir daí, demos início às buscas e fizemos diligências para identificá-lo”, disse.

CAC
Em menos de duas horas, os PMs encontraram o fuzil escondido em uma casa do Lago Sul, que supostamente é residência do homem suspeito participar do furto. Na residência, havia outras pessoas, detalha o major. “Os policiais interpelaram os ocupantes do imóvel, e eles permitiram a entrada da polícia”, acrescentou.

O armamento é da marca Taurus modelo T4A1, avaliado em cerca de R$ 14 mil. Com o fuzil, havia 30 munições. Em nota, a PMDF informou que, a princípio, o proprietário da arma é um CAC (caçador, atirador e competidor). A ocorrência foi registrada na 5º Delegacia de Polícia (Área Central), unidade que investigará o caso.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE