Nova lei

Cordelista, cantador e xilogravurista agora são profissões artísticas no DF

A lei foi divulgada por meio do DODF e sancionada pelo governador Ibaneis Rocha nesta terça-feira (14/9)

Correio Braziliense
postado em 14/09/2021 18:18
 (crédito: Divulgação)
(crédito: Divulgação)

Nesta terça-feira (14/9), o Diário Oficial do Distrito Federal (DODF) publicou a nova portaria que reconhece as atividades de xilogravurista, cordelista e cantador como profissões artísticas do Distrito Federal (DF). A Lei n° 6.944/2021 passa a entrar em vigor a partir da data de publicação.

O cantador é o poeta popular que utiliza técnicas do improviso nos versos de sua autoria e segue a estrutura da poesia de repentistas. Já o xilogravurista é o artesão que faz gravuras na madeira.

A lei considera cordelista o poeta popular que produz e declama versos, poemas, histórias ou folhetos seguindo as técnicas da literatura de cordel. São considerados poetas cantadores pela lei:  intérpretes de gêneros musicais populares; violeiros improvisadores; emboladores e aboiadores.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE