AUXÍLIO

Começa distribuição do Cartão Gás no DF

Beneficiários devem procurar a agência do BRB na data e no horário indicados no portal do GDF Social. Ajuda é de R$ 100 para mais de 69 mil famílias

» JÚLIA ELEUTÉRIO
postado em 29/09/2021 22:10
 (crédito: Ed Alves/CB/D.A Press)
(crédito: Ed Alves/CB/D.A Press)

O Cartão Gás começou a ser distribuído, ontem, pelas agências do Banco de Brasília (BRB). As famílias contempladas devem consultar no portal do GDF Social (gdfsocial.brb.com.br) a data, o horário e o local estabelecido para buscar o novo auxílio. A medida serve para evitar aglomerações nos bancos, e a distribuição ocorre de forma gradativa e por ordem alfabética. O benefício será entregue para 69.998 beneficiários até o dia 15 de outubro.

Cerca de 35 pessoas aguardavam, ontem, na porta da agência do BRB na Estrutural para serem atendidas enquanto procuravam uma sombra em meio ao calor e ao sol forte. Moradora da região, a dona de casa Norbéria Brito, 41 anos, foi uma das contempladas. Ela mora com três filhos, sendo dois com deficiências, e conta que o benefício aliviará as contas de casa. “Vai ajudar bastante. Com a chegada da pandemia, ficou difícil a situação em casa, porque eu não trabalho, e o botijão está cada vez mais caro”, enfatiza. Norbéria explica que deixou de trabalhar para cuidar dos filhos, e que o de 18 anos conseguiu um emprego recentemente para ajudar nas despesas.

Lançado no início de agosto, o Cartão Gás é uma ajuda financeira de R$ 100, que será disponibilizada a cada dois meses para famílias com renda per capita de até meio salário mínimo e inscritas no Cadastro Único (CadÚnico). Além disso, é necessário ser morador do DF, com idade igual ou superior a 16 anos. O valor deve ser utilizado apenas para a aquisição de botijão de 13 kg de gás liquefeito de petróleo nos estabelecimentos cadastrados. Segundo a lei sancionada, o benefício tem previsão inicial de durar 18 meses. No DF, o CadÚnico está sob a gestão da Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes), que destaca que 450.225 pessoas estão inscritas no programa federal.

Desempregada desde que o filho nasceu, há quatro anos, Ana Flávia Cabral, 25, também retirou o cartão na agência da Estrutural. Com um custo médio de R$ 100 por botijão, a moradora da Chácara Santa Luzia estava feliz por ter conseguido o benefício após cerca de duas horas na fila. “Alguns vizinhos também precisavam muito do cartão, mas não conseguiram”, ressalta. Ana mora com o filho e o marido, que é mecânico, e destaca que a renda é curta para sustentar os gastos da casa. “Como as coisas estão aumentando muito, vai ajudar ter o cartão do gás. Meu esposo é o único que trabalha, e eu vou ter como ajudá-lo com o valor do benefício”, complementa.

Para fazer a retirada do cartão, os beneficiários devem ir à agência portando documento de identificação oficial com foto. O desbloqueio do benefício deve ser feito diretamente no banco ou por meio da central de atendimento, pelo telefone 3029-8440. Também é possível desbloquear o cartão e acompanhar o saldo por meio do Aplicativo BRB Social, disponível gratuitamente nas lojas virtuais de aplicativos.

Onde comprar

Para a compra do botijão de gás, os beneficiários devem consultar a lista com os estabelecimentos credenciados no site da Secretaria de Economia (www.economia.df.gov.br/). Segundo a pasta, até o momento, foram 79 Termos de Adesão formalizados por empresas que estão cadastradas no programa. Os locais estão distribuídos em diversas regiões do DF, como Estrutural, Itapoã, Ceilândia, Planaltina, Paranoá, entre outras. Além disso, a secretaria reforçou que outras 34 empresas apresentaram interesse em participar do programa.

O processo de adesão das empresas que desejarem fazer o cadastro no programa continua aberto. Para isso, é necessário entrar no site da secretaria e clicar no termo de adesão dos interessados. De acordo com o órgão, o processo de cadastramento ocorre de forma gradual, e novos comércios de venda de gás serão credenciados enquanto durar o programa.

As agências do BRB funcionarão com horário ampliado até o dia 15 de outubro. Segundo o banco, o atendimento em 38 agências ocorrerá das 8h às 16h no período. Em nota, o BRB destaca que a mudança nas unidades que farão as entregas tem como objetivo de “evitar aglomerações neste período de pandemia da covid-19”.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE