Grita geral

grita.df@dabr.com.br (cartas: SIG, Quadra 2, Lote 340 / CEP 70.610-901)

Correio Braziliense
postado em 09/10/2021 19:32

ÁGUAS CLARAS
CORTE DE ÁRVORES

A professora Rose Alves, 48 anos, moradora de Águas Claras, entrou em contato com a coluna Grita Geral para reclamar sobre o corte de árvores na região onde mora. “Mais de 50 árvores no Parque Sul foram cortadas. Houve um exagero por parte do GDF. as obras poderiam muito bem terem se adaptado às árvores. Está sendo muito difícil digerir o que foi feito na praça. O apartamento da minha mãe fica bem de frente”, finaliza.

» A Terracap informou que, em função das obras iniciadas para estacionamento, calçadas e ciclovias do Parque Sul, estão sendo removidas
52 árvores do local, e que 46 serão mantidas. Mas conforme o projeto do novo parque, serão plantadas mais de 237 novas árvores.

CEILÂNDIA
FALTA DE MEDICAMENTO

A dona de casa Antonia Zenilda dos Santos Alves, 37 anos, moradora de Samambaia, entrou em contato com a coluna Grita Geral para reclamar sobre a falta do medicamento Olanzapina, que, segundo ela, está em falta há dois meses na farmácia de alto custo de Ceilândia. “Eles têm que fornecer mensalmente, e está em falta”, conta.

» A Secretaria de Saúde informou que o medicamento Olanzapina, de financiamento pelo Ministério da Saúde, encontra-se desabastecido na rede. A pasta tem acompanhado todo o processo de aquisição/envio junto ao órgão federal e segue questionando, cobrando e acompanhando a falta do medicamento citado. No último contato, o Ministério da Saúde informou que aguarda a entrega do medicamento pelo fornecedor, e a previsão de chegada é na segunda quinzena do mês de outubro.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE