Homicídio

Baleado com 12 tiros, homem morreu ao defender motociclista em briga de trânsito

O assassinato foi encomendado por um dos envolvidos. Christian Peterson Ferreira Nunes morreu em 14 de setembro no Sol Nascente

Darcianne Diogo
postado em 28/10/2021 16:54
Assassinos usaram um Citroen prata para cometer o crime -  (crédito: PCDF/Divulgação)
Assassinos usaram um Citroen prata para cometer o crime - (crédito: PCDF/Divulgação)

O mandante do homicídio de um jovem, 19 anos, assassinado com 12 tiros, foi preso na manhã desta quinta-feira (28/10). O crime aconteceu na chácara 99 do Setor Habitacional Sol Nascente, em 14 de setembro, e o caso é investigado pela 19ª Delegacia de Polícia (P Norte), responsável pela prisão. Três outros envolvidos estão foragidos.

As investigações revelaram que o crime foi motivado por uma briga de trânsito. A vítima, identificada como Christian Peterson Ferreira Nunes, defendeu um motociclista que colidiu na traseira do carro do mandante do assassinato. A vítima passava na hora do acidente e se intrometeu na discussão para defender o motociclista.

Daniel Alves Sousa
Daniel Alves Sousa (foto: PCDF/Divulgação)

“Depois disso, quatro indivíduos, utilizando um Citroen/C4 de propriedade do mandante, foram até as imediações da casa da vítima no dia seguinte à briga e a mataram. Durante a investigação, além do mandante, foram identificados três entre os quatro executores. O automóvel utilizado na execução do homicídio foi localizado e apreendido. Também encontramos um carregador de pistola Glock 9mm no interior, além de 19 munições intactas”, explicou o delegado-adjunto da 19ª DP, Thiago Peralva.

O mandante do homicídio foi preso em flagrante pelo crime de tráfico de drogas, tendo em vista que foram encontradas duas grandes pedras de cocaína, balança de precisão e dinheiro. Durante a abordagem, o homem tentou jogar a droga no vaso sanitário da residência.

Três envolvidos no homicídio, Wagner Côrtes Bernardes Junior, Daniel Alves Sousa e Bruno da Silva Oliveira, seguem foragidos. A Polícia Civil do Distrito Federal disponibiliza canais de denúncia. Caso alguém saiba do paradeiro dos suspeitos, pode ligar para o número 197.

  • Wagner Côrtes Bernardes Junior
    Wagner Côrtes Bernardes Junior Foto: PCDF/Divulgação
  • Bruno da Silva Oliveira
    Bruno da Silva Oliveira Foto: PCDF/Divulgação
  • Daniel Alves Sousa
    Daniel Alves Sousa Foto: PCDF/Divulgação
Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE