Cidadania

'Sejus Mais Perto do Cidadão' contará com mutirão do Procon em Planaltina

Moradores de Planaltina poderão renegociar dívidas com o BRB na 16º edição do programa Sejus Mais Perto do Cidadão

Correio Braziliense
postado em 03/11/2021 17:59
 (crédito: Jhonatan Vieira)
(crédito: Jhonatan Vieira)

Em sua 16ª edição, o programa ‘Sejus Mais Perto do Cidadão’ estará, pela segunda vez, em Planaltina, no Setor Habitacional Arapoanga, na sexta-feira (5/11), das 9h às 17h, e no sábado (6/11), das 9h às 13h. Nesta edição, os moradores contarão com o mutirão do Procon para renegociação de dívidas com o Banco de Brasília (BRB). A estrutura do evento será instalada na Unidade Básica de Saúde nº 5, na quadra 12D, conjunto A.

A população também terá acesso a outros serviços públicos como o Na Hora, emissão gratuita da 1ª e 2ª via do RG, assistência jurídica e psicológica. Na área da saúde serão oferecidos atendimento médico, aferição de pressão, teste de glicemia, acupuntura, massoterapia, exame citopatológico, orientação odontológica, consulta oftalmológica, entre outros atendimentos.

Os moradores também contarão com atrações culturais, vendas de produtos orgânicos e pães produzidos por socioeducandos, além de uma Feira de Talentos e Cidadania. Para as crianças, será montada uma tenda com oficinas, brinquedoteca, pula-pula e cantinho da leitura.

A Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejus) oferece ainda cursos profissionalizantes para agente de portaria, recepcionista, Personal Organizer (dicas de organização e limpeza doméstica) e palestras de confeitaria. Os interessados devem fazer a inscrição pelo site. 

O Sejus Mais Perto do Cidadão já realizou mais de 85 mil atendimentos à população do Distrito Federal (DF). A secretária de Justiça e Cidadania, Marcela Passamani, diz que o evento garante que a população tenha acesso aos seus direitos. “A cada evento conseguimos ampliar os serviços oferecidos, transformando nosso evento na maior ação itinerante do Governo do Distrito Federal para levar cidadania, serviços públicos e garantia de direitos à população”, afirma Marcela Passamani.

*Com informações da Secretaria de Justiça e Cidadania

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE