Evento

Projeção no Pontão do Lago Sul alerta sobre resistência bacteriana

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), até 2050, mais de 10 milhões de mortes vão ser causadas por bactérias resistentes

Correio Braziliense
postado em 20/11/2021 12:52
 (crédito: Fernanda Furtado)
(crédito: Fernanda Furtado)

Neste final de semana, a Pfizer Brasil e a Associação de Medicina Intensiva Brasileira (AMIB) organizam intervenções urbanas, uma em Brasília e outra em São Paulo, para incentivar boas práticas que ajudam na prevenção e no combate à resistência bacteriana, condição em que micro-organismos resistem à ação de antibióticos.

Entre os dias 19 e 21 de novembro, bactérias gigantes e infláveis ficarão instaladas no Pontão do Lago Sul, em Brasília. No local, uma cortina d’água será palco de uma projeção educativa de luzes, sons e cores para chamar a atenção do público sobre o uso consciente de antibióticos. A intervenção, que conta com painéis informativos com alertas, poderá ser acompanhada pelos visitantes a partir do entardecer.

Projeção no Pontão do Lago Sul alerta sobre resistência bacteriana
Projeção no Pontão do Lago Sul alerta sobre resistência bacteriana (foto: Fernanda Furtado)

Para combater a resistência bacteriana é importante lavar as mãos regularmente, manter a vacinação em dia e usar antibióticos conforme prescrito pelo médico. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), o aumento da resistência desses microrganismos é responsável pela morte de 700 mil pessoas por ano em todo o mundo e, até 2050, mais de 10 milhões de mortes vão ser causadas por bactérias resistentes. Caso não haja medidas de conscientização para evitar o surgimento e a disseminação de resistência aos antibióticos, o número de óbitos pode ser maior do que as provocadas atualmente pelo câncer.

"A pandemia da covid-19 reforçou a necessidade de ação urgente e abrangente para ajudar a prevenir e a combater a propagação de doenças infecciosas. Também nos mostrou que gestos simples como lavar a mão e cumprir corretamente o calendário vacinal têm um grande impacto na saúde pública. Precisamos usar isso como aprendizado também para o que a resistência bacteriana representa. São atitudes simples e acessíveis; o poder está realmente na palma das nossas mãos", explica Márjori Dulcine, Diretora Médica da Pfizer Brasil.

Serviço

Local: Pontão do Lago Sul
Data: 19 a 21 de novembro
Horário: a partir do entardecer

Para mais informações acesse o site da Pfizer.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE