Pandemia

Ômicron: DF identifica mais 46 casos e variante se mostra predominante

Dados foram atualizados pela Secretaria de Saúde local nesta quinta-feira (13/1). Até um dia antes, o total de casos era de 26. Agora, chegou a 72

Samara Schwingel
postado em 13/01/2022 16:25
 (crédito: Ben STANSALL / AFP)
(crédito: Ben STANSALL / AFP)

O Distrito Federal identificou mais 46 casos de infecção pela variante ômicron da covid-19. DE acordo com a Secretaria de Saúde, o Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen) entregou, nesta quarta-feira (12/1), o resultado de um novo sequenciamento genético. De 39 amostras analisadas, 33 testaram positivo para ômicron. Além disso, a pasta recebeu a notificação de mais 13 casos vindos do Hospital da Crianças de Brasília.

Com a atualização, feita durante coletiva de imprensa, o total de casos chegou a 72. Um dia antes, na quarta-feira (12/1), o total era de 26. Segundo os gestores da Saúde presentes na coletiva, a predominância da ômicron foi um dos fatores que levou a uma alta de casos nos últimos dias. 

H3N2

A pasta também atualizou os casos de influenza na capital. Dos 11 mil notificados este ano, 217 são da variante H3N2. O sequenciamento mais recente identificou 72 novos casos de influenza A, sendo 10 da nova cepa. 

Em relação aos casos de coinfecção de gripe e covid-19, a secretaria informou que os valores continuam os mesmos do início da semana: 530. Chamados de flurona, os casos só são identificados quando o paciente realiza os testes específicos para cada doença. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE