Pandemia

Covid-19: bebê de 1 ano morre no DF enquanto esperava um leito de UTI

Criança estava como prioridade 2 na fila por um leito, mas sofreu parada cardíaca antes de conseguir uma vaga

Samara Schwingel
postado em 02/02/2022 11:10 / atualizado em 02/02/2022 11:18
 (crédito: Pixabay)
(crédito: Pixabay)

Uma criança de 1 ano e quatro meses morreu por complicações da covid-19. Ela aguardava por um leito de unidade de terapia intensiva (UTI) na rede pública. A Secretaria de Saúde confirmou e lamentou o óbito, que ocorreu na noite de segunda-feira (31/1), causado por quadro respiratório agudo.

A criança estava no Hospital da Região Leste (HRL), no Paranoá, e deu entrada na unidade na madrugada de segunda-feira (31/1) com suspeita de pneumonia. Ela recebeu tratamento com antibióticos e iniciou a oxigenação, via cateter nasal, respondendo bem. Ao mesmo tempo, a criança foi testada para covid-19. No decorrer do tratamento, o quadro evoluiu com instabilidade respiratória.

A equipe médica inseriu a criança na fila de leitos com classificação de prioridade 2, indicada para pacientes que necessitam de suporte ventilatório, porém sem intubação. Segundo a secretaria, a criança já estava recebendo a ventilação não invasiva e o suporte clínico de acordo com a sua necessidade.

Às 18h, a criança apresentou piora no quadro clínico e sofreu parada cardiorrespiratória, com tentativa de reanimação por 40 minutos. Apesar dos esforços protocolares da equipe médica, a criança morreu. O resultado positivo para covid-19 foi confirmado após a morte.

Em nota, a secretaria lamenta o ocorrido, mas "reafirma as boas práticas e ressalta que não houve desassistência à criança."

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE