Crime

Sargento da PM é o suspeito de matar mulher, filhos e cometer suicídio em Planaltina 

Quatro vítimas foram encontradas mortas com marcas de tiro e carbonizadas, na região de Planaltina, na tarde desta quinta-feira (10/2)

Darcianne Diogo
postado em 10/02/2022 20:07
 (crédito: Material cedido ao Correio)
(crédito: Material cedido ao Correio)

As quatro vítimas encontradas mortas com marcas de tiro e carbonizadas são um policial militar do DF, a mulher e os dois filhos do casal. Segundo informações preliminares, o sargento Nilson Cosme Batista dos Santos é suspeito de assassinar os familiares e cometer suicídio em seguida.

O caso aconteceu na noite desta quinta-feira (10/2), na Avenida Maranhão, na Quadra 161 do Setor Tradicional de Planaltina. Ao Correio, vizinhos das vítimas relataram que a família era "discreta". "Ele (sargento), era uma pessoa muito tranquila. Ontem mesmo, ele estava de serviço", disse um vizinho.

Suspeita é que PM tenha matado a família e se matado em seguida
Suspeita é que PM tenha matado a família e se matado em seguida (foto: Minervino Júnior/CB/D.A.Press)

A casa das vítimas estava em chamas e os corpos foram encontrados com marcas de tiros e carbonizados. Vizinhos teriam ouvido o barulho de disparos de arma e logo em seguida começou o incêndio.

Equipes do Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (CBMDF) foram acionadas e confirmaram as quatro mortes.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE