Covid-19

Taxa de transmissão sobe após 5 dias em queda

Transmissão viral volta a subir no DF. Porém, o índice permanece abaixo de 1

Rafaela Martins
postado em 22/03/2022 00:01
 (crédito: Carlos Vieira/CB/D.A.Press)
(crédito: Carlos Vieira/CB/D.A.Press)

A taxa de transmissão do novo coronavírus voltou a subir — após cinco dias em queda — e chegou a 0,59, ontem. O Boletim Epidemiológico divulgado pela Secretaria de Saúde

confirma que um grupo de 100 pessoas podem infectar outras 59. Quando a taxa de transmissão está abaixo de 1, isso demonstra que a pandemia permanece controlada, de acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS).

Nas últimas 24 horas, a secretaria notificou sete mortes em decorrência do vírus. Quatro vítimas eram do sexo masculino e todas possuíam mais de 50 anos. Cinco pessoas residiam no Distrito Federal e duas no estado de Goiás. Ao todo, desde o início da pandemia, 11.558 vítimas morreram na capital do país. Destas, 998 residiam em outro estado, sendo 859 do Goiás.

Foram notificados 280 novos casos positivos para covid-19 e o total de contaminados na capital federal alcançou 690.163. A secretaria contabiliza que mais de 614 mil são moradores do Distrito Federal, 36 mil de Goiás, 8 mil de outros estados e 30 mil estão em investigação.

A média móvel de infecções está em 359, o que representa uma queda de 66% em relação a 14 dias atrás. Já a média móvel de óbitos está em oito — isso representa uma queda de 39%, na comparação com o cálculo de 14 dias atrás.

Vacinação

A imunização segue à todo vapor no DF. Segundo informações do vacinômetro, 2.255.395 brasilienses estão com o ciclo vacinal completo — com primeira e a segunda dose (D2) ou o imunizante de dose única (DU). Este número representa 81,30% do público com 5 anos ou mais apto a tomar o imunizante no DF (2.846.626 pessoas). Outros 1.056.778 cidadãos habilitados (37,12%) receberam a segunda dose da vacina há pelo menos 4 meses. 

A primeira dose (D1) foi aplicada em 2.548.820 moradores da capital federal desde o início da pandemia, o que equivale a 89,53%.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE