Construção civil critica pregão eletrônico

Correio Braziliense
postado em 23/03/2022 00:01
 (crédito: Divulgação)
(crédito: Divulgação)

O Sinduscon-DF recebeu, ontem, em reunião de diretoria, o secretário de governo do Distrito Federal, José Humberto Pires (foto E). O evento fez parte das comemorações dos 58 anos do sindicato. As empresas da indústria da construção civil pleitearam o reequilíbrio do valor dos contratos pela Novacap e criticaram a realização de pregão para contratar serviços e obras de engenharia. "Sabemos que o objetivo da licitação pública é obter a proposta mais vantajosa. Mas, no nosso setor, nem sempre o mais barato é o melhor. Diria que, no nosso caso, seria exceção. A meta deve ser a obtenção da proposta mais vantajosa ao setor público dentro dos preços do mercado", destacou Ruyter Thuin, vice-presidente de obras e infraestrutura do Sinduscon-DF.

Sistema para minimizar problemas

O segmento explicou a importância da atualização dos preços SINAPI, de forma a evitar que não ocorram obras paralisadas por falta de orçamento ou abaixo do padrão de qualidade. José Humberto Pires respondeu afirmando que o GDF tem buscado formas de tornar mais eficiente a execução. "Tem uma ferramenta nova que estamos utilizando, que é o RDCI. Com esse sistema, estamos tentando minimizar os problemas de projeto, orçamento e etc. Um projeto bem feito, bem discriminado em relação aos materiais a serem aplicados ajuda demais na gestão", disse o secretário.

Carência de diálogo

"Foi uma honra receber o secretário José Humberto em nossa casa. Um empresário, empreendedor que assumiu importante função no governo Ibaneis e que chamou para si toda essa questão das obras públicas, que era uma carência que víamos há anos", comentou Dionyzio Klavdianos (foto D), presidente do Sinduscon-DF. O encontro contou também com a presença do presidente da Ademi DF, Eduardo Aroeira, do presidente da Asbraco, Afonso Assad, da presidente do Crea-DF, Fátima Có, do presidente do Codese-DF, Leonardo Ávila e do presidente do Sticombe, Raimundo Salvador, além de outras autoridades do governo e entidades.

Confederação das Associações Comerciais se reúne em Brasília

Brasília sediará um grande evento para empresas e associações comerciais de todo o Brasil. Em 30 de março, no Clube Naval, será realizada a posse da nova diretoria da Confederação das Associações Comerciais e Empresariais do Brasil (CACB). Alfredo Cotait (foto), que preside a Associação Comercial de São Paulo (ACSP), assume a presidência da entidade. "O evento marcará o início de uma nova gestão, focada em reforçar a atuação do setor e aproximá-lo do governo e de entidades de fomento às empresas", disse Cotait. A CACB é composta por 27 federações e cerca de duas mil associações comerciais de diversos segmentos em todo o Brasil.

Leitura não abre mão de lojas físicas

A rede de livrarias Leitura completa 55 anos de atividades e pretende comemorar fechando 2022 com a marca de 100 lojas. Tudo começou na Galeria do Ouvidor em Belo Horizonte, em 1967. E hoje tem a maior rede de lojas físicas do Brasil, presente em todas as regiões. Marcus Teles (foto), presidente da empresa, lembra que, em 2000, foi inaugurada a primeira loja fora de Minas Gerais, no Shopping Pier 21, em Brasília. "Hoje, a rede continua crescendo. Além das lojas físicas, temos a Leitura Distribuidora de Livros, o atacado de papelaria PLM e as quatro lojas de departamento D Casa e Presentes", aponta.

O prazer de folhear um livro

Teles enaltece e apoia a tradição dos momentos dentro de uma livraria. "Muitas pessoas ainda preferem o prazer de visitar as livrarias, degustar algumas obras, descobrir novidades, folhear as páginas, interagir e tomar um café. É essa experiência que queremos garantir para o cliente", destaca.

Posse no Sindesei

Marco Tulio Chaparro (foto E), ex-diretor do Sesc DF, tomou posse ontem como presidente do Sindicato das Empresas de Serviços de Informática do DF. Em evento de confraternização no Solo Restaurante, na 403 sul, recebeu colegas da entidade e representantes de outros sindicatos da Fecomércio. O Sindesei não está no grupo, até agora, de apoiadores da candidatura de José Aparecido Freire à presidência da Fecomércio. Indagado sobre a possibilidade de uma candidatura, Chaparro respondeu: "Tudo pode acontecer até o último minuto antes das inscrições das chapas e também da eleição . O prazo se encerra hoje às 17h, e a eleição está marcada para 3 de maio.

 

  • Alfredo Cotait
    Alfredo Cotait Foto: Divulgação
  • Evento Sinduscon DF/
    Evento Sinduscon DF/ Foto: César Tadeu - Sinduscon
  • Posse Sindesei
    Posse Sindesei Foto: Divulgação
  • Bruno Marcel, barista e curador do evento.
    Bruno Marcel, barista e curador do evento. Foto: Arquivo pessoal

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE