DF foi o que mais recebeu crédito para pequena empresa

Correio Braziliense
postado em 25/03/2022 00:01
 (crédito: Fotos:Arquivo pessoal)
(crédito: Fotos:Arquivo pessoal)

Micros e pequenos empresários do Distrito Federal foram os que mais contrataram crédito para capital de giro e investimentos nos últimos dois anos. Esse resultado consta no balanço dos atendimentos realizados pelo Núcleo de Apoio ao Crédito (NAC),
da Confederação Nacional da Indústria (CNI).

R$ 90,5 milhões

valor recebido pelas MPEs brasilienses, do total de R$ 160 milhões em financiamentos com a Caixa, firmada para ajudar a enfrentar os efeitos da pandemia.

Pronampe

Os recursos são de linhas de crédito como a Giro Caixa, Pronampe, Fundo de Aval às MPEs (Fampe), Fundo Garantidor para Investimentos (FGI), entre outras.

Melhores condições

Alguns dos benefícios
que a parceria oferece são a redução em 28% em relação à taxa balcão, possibilidade de até 12 meses de carência — a depender do serviço escolhido — e prazo de amortização de,
no máximo, 60 meses.

Como se habilitar

Para conseguir o financiamento, empresários devem acessar o site do NAC e preencher o formulário de inscrição. A CNI fará a análise e enviará as informações para a Caixa Econômica, que vai cadastrar o cliente e entrar em contato para iniciar as negociações.

Permissão para escolas

Duas emendas do deputado Eduardo Pedrosa à Luos permitem que escolas possam se instalar ou legalizar suas atividades em casas residenciais nos bairros Lago Sul, Lago Norte e Park Way. Elas estão sendo alvo de críticas e oposição por parte dos moradores. Para os conselhos comunitários, as emendas representam grande risco para alunos e moradores dessas regiões.

Sem infraestrutura

Segundo os conselhos, os lotes residenciais não foram projetados para atender à infraestrutura básica que uma instituição de ensino requer, tais como redes de energia elétrica, esgotamento sanitário, estacionamentos e vias de acesso. As escolas que ainda funcionam nessas áreas tinham recebido prazo para se mudarem de local.

Dasa inaugura clínica de infusão

Maior rede de saúde integrada do país, a Dasa está ampliando a oferta de serviços oncológicos na capital federal. No próximo mês, será inaugurada a primeira clínica de infusão para tratamento de pessoas com câncer e hemopatias (doenças do sangue). A nova unidade será no final da Asa Norte e alia tecnologia e conforto para pacientes.

Investimento no design

A ideia é de que o espaço seja um ambiente acolhedor. Inspirado em uma concha, o projeto arquitetônico é de Guto Requena. "Nós sempre estamos pensando em um forma de fazer algo surpreendente", diz Sylvio Canedo (foto), diretor regional da Dasa Diagnósticos no Centro-Oeste.

Expansão

A marca Exame também inaugurou dois pontos de atendimento em fevereiro: um em Ceilândia e outro no Pedregal (Novo Gama). Foram investidos neles R$ 6 milhões. E estão previstas, neste ano, a abertura de duas mega unidades.

Coffee Week Brasília

A capital federal vem se destacando na produção e no consumo de café. Como forma de incentivar a cadeia produtiva local, será realizada a primeira edição do Coffee Week Brasília. O evento gratuito acontece de 21 a 24 de abril, no Casa Park. O grande destaque será a Cafeteria Modelo, um espaço para apresentar as melhores práticas do mercado e abrigar palestras para empreendedores e apaixonados por afé.

Novos sabores

Os visitantes poderão degustar os cafés e conhecer novos sabores. O evento é uma iniciativa de Ana Cristina Alvarenga, responsável pela Feira da Lua no Gilberto Salomão; e de Bruno Marcel (foto), barista e gerente das operações de Café e Bar do Jamie Oliver Kitchen.

  • gerente executivo de Economia da CNI, Mário Sérgio Carraro Teles
    gerente executivo de Economia da CNI, Mário Sérgio Carraro Teles Foto: Divulgação
  • Sylvio Canedo, diretor regional da Dasa Diagnósticos no Centro-Oeste
    Sylvio Canedo, diretor regional da Dasa Diagnósticos no Centro-Oeste Foto: Divulgação

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE