Uma história, um livro, muita emoção!

Correio Braziliense
postado em 27/03/2022 00:01
 (crédito: Massala Ciula/Divulgação)
(crédito: Massala Ciula/Divulgação)

Foi o que os médicos, os ex-residentes e um auditório lotado de brasilienses vivenciaram e sentiram na manhã de quinta-feira (24/3). Naquele dia, no Auditório Oscar Mendes Moren do Hospital da Criança de Brasília José Alencar, convidados emocionados presenciaram o lançamento do livro que conta a história da sonhada transferência da Unidade de Pediatria do Hospital de Base de Brasília, para o HCB.

Só aqueles que vivenciaram toda a saga e a luta incessante para atingir o sonhado hospital dedicado aos pacientes infantis podem avaliar e mensurar o quanto tudo foi difícil, como foi sofrido e o quanto foram necessários argumentos, provas, discussões e reivindicações junto a governantes e pessoas a quem poderia interessar o assunto. Um duelo de titãs, um desafio doloroso, que surgiu do fato de crianças portadoras de câncer se tornarem a válvula mestra para o nascimento da ideia e da vontade de concretizar um projeto que nasceu dentro de uma enfermaria pediátrica do, então, Hospital Distrital de Brasília.

Essa história, contada com emoção por Ilda Peliz, que perdeu a filhinha Rebeca para o câncer, e Maria Angela Marini e Roberto Nogueira Ferreira (hoje, com a filha curada e saudável) está, agora, perpetuada no livro: Da Unidade de Pediatria do HBDF ao Hospital da Criança de Brasília — Uma história que merece ser contada.

Inaugurado em 21 de abril de 1960, o Hospital Distrital de Brasília (hoje, Hospital de Base) formou tantos internos e residentes em seus 12 andares de puro trabalho, pesquisa e tratamentos, que salvaram muitas vidas. Naquele prédio imponente foi instalada a Unidade de Pediatria, no sétimo andar.

A história começou ali. O livro escrito pela médica gastroenterologista pediátrica Elisa de Carvalho Trevisoli, pela hematologista Isis Quezado Magalhães e pelo médico sanitarista Renilson Renhein, em suas 205 páginas conta, com riqueza de detalhes e muita história e documentação fotográfica, esse lindo capítulo da medicina em Brasília.

O livro poderá ser adquirido por meio de uma doação no Núcleo de Comunicação Hospital da Criança, com a gerente Claudia Miele. O valor arrecadado será revertido para o incentivo, o ensino e a pesquisa do HCB, pelo bem da qualidade de novas ações de saúde das crianças e dos adolescentes que são cuidados e tratados naquele hospital. "Não queremos usar a palavra 'venda' e, sim, 'doação' quando forem adquirir o livro", explica a médica Elisa de Carvalho.

  • Ana Beatriz Goldstein, Ivone Fereira, Elinor Morem, Jane Godoy, Régis Rocha, Katia Piva, Rita Márcia Machado, Julie Pascale (Gabão), Marcella Rocha e Elisa de Carvalho
    Ana Beatriz Goldstein, Ivone Fereira, Elinor Morem, Jane Godoy, Régis Rocha, Katia Piva, Rita Márcia Machado, Julie Pascale (Gabão), Marcella Rocha e Elisa de Carvalho Foto: Massala Ciula/Divulgação
  • Ilda Peliz conta como tudo começou
    Ilda Peliz conta como tudo começou Foto: Massala Ciula/Divulgação
  • Dra. Isis Magalhães, Jane Godoy e Elinor Moren, com a dra. Elisa de Carvalho
    Dra. Isis Magalhães, Jane Godoy e Elinor Moren, com a dra. Elisa de Carvalho Foto: Massala Ciula/Divulgação
  • Ex-residentes e médicos do Hospital de Base de Brasília
    Ex-residentes e médicos do Hospital de Base de Brasília Foto: Massala Ciula/Divulgação
  • Elisa de Carvalho, médica e co-autora do livro
    Elisa de Carvalho, médica e co-autora do livro Foto: Fotos: Massala Ciula/Divulgação
  • Roberto Nogueira Ferreira 
e Maria Angela Marini
    Roberto Nogueira Ferreira e Maria Angela Marini Foto: Massala Ciula/Divulgação
  • Maria Custódia, Fátima Depieri, Marne Almeida e Cristina Magalhães
    Maria Custódia, Fátima Depieri, Marne Almeida e Cristina Magalhães Foto: Massala Ciula/Divulgação

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE