Semana da água

Hoje tem plantio voluntário

Comunidade pode participar da arborização no Parque das Garças, no Lago Norte. Ação está marcada para ocorrer das 8h às 11h

Ana Maria Pol
postado em 26/03/2022 00:01
 (crédito: ED ALVES/CB/D.A Press)
(crédito: ED ALVES/CB/D.A Press)

A Semana Mundial da Água, em alusão ao Dia Mundial da Água — celebrado em 22 de março —, que coloca em pauta a importância do recurso hídrico e alerta quanto aos impactos da ação humana em rios, lagos e mares, se encerra hoje. A Secretaria do Meio Ambiente e o Instituto Brasília Ambiental, em parceria com a Fundação Banco do Brasil e execução do Instituto Espinhaço, realizará a ação de Plantio Voluntário do Recupera Cerrado, das 8h às 11h, no Parque Ecológico das Garças, no Lago Norte, com a participação da comunidade.

No local, serão plantadas mudas de espécies do cerrado — como peroba, copaíba, ipês, pau santo e buriti — e distribuídas sementes identificadas, a fim de evidenciar a diversidade de árvores nativas usadas pelo projeto. "As árvores fazem com que a água se infiltre no solo e não escorra. A infiltração faz com que a água saia em nascentes ou olhos d'água, com o tempo. É importante sempre lembrar que água infiltrada é água guardada, e água escorrida é água perdida", explica professor e ecologista Nicolas Behr.

Nicolas ressalta que a água, no DF, é um recurso escasso. "Ainda vivemos com o mito da abundância em mente, com a ideia de que a água é infinita. O desperdício que vemos é causado por isso, mas, apesar da água ser um recurso renovável, ainda é o mais ameaçado pela expansão urbana, aterramento e urbanização em áreas de nascentes", alerta.

A ação faz parte do Recupera Cerrado — Orla Norte do Lago Paranoá, lançado na quinta-feira. A iniciativa é uma continuação do Projeto de Recuperação de Áreas Degradadas e Danos nas Áreas de Preservação Permanente (APPs) do Governo do Distrito Federal, e deve revitalizar 40 hectares, com investimento de R$ 1,2 milhão provenientes de compensação florestal. O objetivo é garantir a segurança hídrica, a biodiversidade e o engajamento socioambiental integrado, com base nas ações de conscientização e preservação ambiental devido aos desgastes naturais e histórico de uso e ocupação.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE