Indústria do DF mede confiança dos empresários

Correio Braziliense
postado em 08/04/2022 00:01
 (crédito: Fibra DF/Divulgação)
(crédito: Fibra DF/Divulgação)

O Índice de Confiança do Empresário Industrial do Distrito Federal (Icei-DF), medido pela Fibra, manteve-se, em março, acima dos 50 pontos, que separa confiança de falta de confiança. Ficou em 56,8 — dois pontos a menos do que em fevereiro. Mas, comparado com o mesmo mês de 2021 (49,8), registrou sete pontos a mais. Duas variáveis compõem o índice: a percepção das condições atuais e as expectativas para os próximos seis meses.

Percepção atual negativa

Apesar de terem boas expectativas futuras, os empresários continuam a apontar percepção negativa das condições atuais, que seguem abaixo dos 50 pontos em relação à economia do país (44), à local (46,2) e à própria empresa (48,6).

Preocupação

O preço elevado de combustíveis, a alta dos insumos e dos juros são fatores que mais preocupam o segmento.

Fortalecimento do comércio exterior de serviços

Os serviços contribuem significativamente para a economia brasileira, sendo responsáveis por mais de 70% do valor adicionado ao PIB. Mas isso não se reflete no comércio internacional. O Brasil é apenas o 37º no ranking dos maiores exportadores de serviços. "É preciso alterar este cenário", afirma Lucas Fiuza, diretor de Negócios da Apex-Brasil. Ele será um dos palestrantes do 13º Encontro Nacional de Comércio Exterior de Serviços (Enaserv), na próxima terça-feira.

De olho no
Oriente Médio

"Devemos ampliar os valores exportados em serviços, assim como os destinos das vendas brasileiras. Hoje, a maior parte vai para os Estados Unidos e União Europeia. Há um enorme espaço para ocuparmos na Ásia, no Oriente Médio, e em países da América do Sul", atesta Fiuza.

Inscrições

O Enaserv é virtual e gratuito, mas é necessário se inscrever pelo site do Enaserv. Todos os participantes receberão certificado ao fim do evento.

TJDFT lança livro
em defesa de Brasília

O e-book Patrimônio Cultural Brasileiro, organizado pelo juiz de direito da Vara de Meio Ambiente Carlos Maroja foi lançado, ontem, pelo TJDFT. O livro reúne diversos artigos de historiadores, professores universitários, entre outras pessoas atentas aos desafios de coibir e corrigir os problemas causados pelas intervenções ao projeto urbanístico da capital federal.

Entre os autores, Frederico Flósculo, Fernanda Santoro, Cláudio Cohen e Leiliane Rebouças. As ilustrações são de Fernando de Castro Lopes.

Mês de aniversário

A publicação foi lançada neste mês de aniversário de 62 anos da cidade como um presente em "prol da salvaguarda de seu patrimônio urbanístico, arquitetônico e cultural, e também das cidades administrativas do Distrito Federal", diz o prefácio.

Meta 9

O projeto faz parte das ações do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios em cumprimento à Meta 9 do Poder Judiciário, visando à prevenção e à desjudicialização de litígios. Uma iniciativa atende à agenda 2030 da ONU. O livro pode ser acessado gratuitamente na biblioteca digital do tribunal.

A Volta dos Anos 80 em festa presencial

O empresário de eventos Paulinho Madrugada anunciou, depois de 2 anos de pandemia, a festa A Volta aos Anos 80!. Será em 20 de abril. "Marcamos o nosso retorno em um novo e incrível local: o Porto Vittoria, no Setor de Clubes Sul", contou.

Hits na pista

As bandas locais se apresentarão ao ar livre próximo ao Lago. "E teremos uma pista de dança repleta de hits dançantes dentro do salão principal". Os ingressos são bem limitados. Estão disponíveis pela Bilheteria Digital.

  • e-book Patrimônio Cultural Brasileiro, organizado pelo Juiz de Direito da Vara de Meio Ambiente, Carlos Maroja
    e-book Patrimônio Cultural Brasileiro, organizado pelo Juiz de Direito da Vara de Meio Ambiente, Carlos Maroja Foto: TJDFT/Divulgação
  • Lucas Fiuza, diretor Apex
    Lucas Fiuza, diretor Apex Foto: Apex/Divulgação
  • Paulinho Madrugada
    Paulinho Madrugada Foto: Arquivo pessoal

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE