Presidente do Senado defende aprovação da reforma tributária

Correio Braziliense
postado em 12/04/2022 00:01
 (crédito: Marcos Oliveira/Agência Senado)
(crédito: Marcos Oliveira/Agência Senado)

O senador Rodrigo Pacheco (PSDB-RO) voltou a defender ontem esforços para aprovar a PEC 110, a proposta de reforma tributária. Ela aguarda há meses pela análise da CCJ. O texto substitui tributos atuais por um Imposto sobre Valor Agregado (IVA) dual, ou seja, dividido em dois: o Imposto sobre Bens e Serviços, a ser cobrado por estados e municípios; e a Contribuição sobre Bens e Serviços, a ser recolhida pela União.

Desburocratização

Segundo o presidente do Senado, "o texto é o que melhor reúne os anseios nacionais de uma desburocratização tributária para o Brasil".

Destaques retirados

O relator é o senador Roberto Rocha (PSDB-MA). Ele afirmou à coluna ser possível aprovar a PEC ainda em abril no esforço concentrado da Casa, no final do mês. "A parte das discussões na CCJ já foi encerrada. E, dos oito destaques apresentados, nesta semana já esclarecemos seis. Estamos construindo o consenso. Será possível aprovar na comissão e no plenário no mesmo dia."

Setor produtivo dividido

A CNI é a favor da aprovação da PEC. Já a CNC tem uma série de ressalvas. A entidade alerta para uma sobrecarga de tributação sobre o setor de serviços.

Expansão com linha própria de produtos

A BioMundo, empresa de Brasília que está entre as mais franqueadas do país, não para o ritmo de expansão. Está investindo agora numa linha própria de produtos. A rede passou a fabricar diversos itens. Neste mês, lançou a BioWey Sport Nutrition. Em evento para franqueados, no Iguatemi Shopping, apresentou a novidade.

Parceria com fornecedores

"Firmamos parceria com a grande indústria e com os melhores fornecedores de matéria-prima. Assim, conseguimos fabricar nosso produto com alta qualidade, mas a um preço bem melhor que o de outras marcas", explica Edmar Mothé, sócio fundador da Biomundo e também da Mundo dos Filtros.

Multifranqueados

Mothé aponta que 75% dos franqueados têm mais de uma loja da BioMundo. "Temos muito orgulho deste índice, que comprova a rentabilidade da nossa marca."

R$ 200 milhões

É o faturamento anual
da BioMundo

150

É o total de franquias
no país, em 17 estados

Economia criativa em pauta

O presidente da CLDF, Rafael Prudente (MDB), se reuniu com empreendedores do setor da Economia Criativa. O encontro foi na galeria Infinu na 506 sul. Representantes do PicniK, Backstage, Rodas da Paz, Abrasel-DF entre outros participaram da rodada de conversa. Na pauta, incentivos ao segmento que reclama da dificuldade e da burocracia para realizar projetos e eventos. "Estamos falando de uma atividade não poluente, que gera empregos e arrecada impostos", ressaltou Miguel Galvão, da Infinu.

Mão na massa

Mais 24 alunas receberam ontem o certificado do projeto "Mão na Massa", uma parceria da Secretaria da Mulher (SMDF) com o Instituto BRB, que oferece cursos na área de gastronomia para mulheres em situação de vulnerabilidade. Estiveram presentes a subsecretária de promoção das mulheres, Dulce Maria Tannuri, e a presidente do Instituto BRB, Leila Cristina. Sirlei Virgínia Silva foi uma das formandas.

Bombons e trufas

O projeto já ofereceu 223 vagas para formar mulheres interessadas em empreender na cozinha. E ainda dá tempo de participar. Serão oferecidas mais 113 vagas para os cursos de bombons e trufas; bolos caseiros e cozinheiro básico.

Inscrições

Todos os cursos são gratuitos, realizados pelo Senai. As novas turmas começam no dia 20 de abril. Para fazer a inscrição, as interessadas devem acessar o site da Secretaria da Mulher.

 

  • 18/09/2019. Credito : Marcelo Camargo/Agência Brasil/ivulgação.  O relator da reforma tributária, senador Roberto Rocha,  durante sessão deliberativa na comissão de constituição e justiça do Senado.
    18/09/2019. Credito : Marcelo Camargo/Agência Brasil/ivulgação. O relator da reforma tributária, senador Roberto Rocha, durante sessão deliberativa na comissão de constituição e justiça do Senado. Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado
  •  Crédito: Divulgação. Capital S/A. Edmar Mothé, da BioMundo
    Crédito: Divulgação. Capital S/A. Edmar Mothé, da BioMundo Foto: Divulgação
  •  Crédito: Alexandro Ribeiro/Divulgação. Capital S/A. Rafael Prudente, durante reunião na Infinu
    Crédito: Alexandro Ribeiro/Divulgação. Capital S/A. Rafael Prudente, durante reunião na Infinu Foto: Alexandro Ribeiro/Divulgação
  •  Crédito: Divulgação. Capital S/A. Esubsecretária de promoção das mulheres, Dulce Maria Tannuri, e a presidente do Instituto BRB, Leila Cristina.
    Crédito: Divulgação. Capital S/A. Esubsecretária de promoção das mulheres, Dulce Maria Tannuri, e a presidente do Instituto BRB, Leila Cristina. Foto: Divulgação
  • Edmar Mothé | Biomundo
    Edmar Mothé | Biomundo Foto: Divulgação

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE