Executivo /

Nova seleção para PGDF

Após mais de 10 anos, a Procuradoria-Geral do Distrito Federal abriu um certame para 65 procuradores. Governador Ibaneis Rocha (MDB) assinou o termo de posse de 98 servidores do órgão, entre técnicos e analistas

Thaís Moura
postado em 26/04/2022 00:01
 (crédito: ED ALVES/CB/D.A.Press)
(crédito: ED ALVES/CB/D.A.Press)

Depois de mais de uma década sem concursos públicos para procuradores, a Procuradoria-Geral do Distrito Federal (PGDF) vai realizar, em 10 de julho, a primeira etapa da seleção para 65 novos profissionais. Ontem, em cerimônia no Palácio do Buriti, o órgão recebeu mais 98 servidores de diversas áreas. O governador Ibaneis Rocha (MDB) assinou o termo de posse dos aprovados em concurso e chamou atenção para a abertura do novo certame, resgatando a promessa de recompor o quadro de pessoal da PGDF.

O concurso que deu posse aos 56 analistas e 42 técnicos deveria ter ocorrido em março de 2020, mas as provas foram transferidas para agosto de 2021 devido à pandemia de covid-19. "A procuradoria do DF é reconhecidamente uma das melhores desse país, atuando junto a todos tribunais, desde a primeira instância até os superiores, com muita competência e sabedoria. Tenho certeza de que a PGDF, agora, está mais forte com a presença de novos técnicos e analistas, e esperamos, em breve, concluir o concurso para mais 65 procuradores", disse o chefe do Executivo.

De acordo com a procuradora-geral do DF, Ludmila Galvão, a nomeação e seleção de novos profissionais vai fazer uma grande diferença na melhoria de serviços prestados. "As vagas todas já existiam, são servidores que foram aposentados, vagas que estavam abertas há anos, então, estávamos realmente precisando muito", explicou.

A nutricionista Andressa Cristina Santos, 29 anos, passou em primeiro lugar geral no último concurso da PGDF para o cargo de técnico jurídico. Ela foi nomeada ontem e comemorou. "Eu estudei por cerca de um ano e meio, estou me preparando desde antes de o concurso ser adiado e foi muita luta, muito esforço, noites em claro, mais de seis horas de estudos por dia, altos e baixos, mas, hoje, foi um dia de vitória. Para quem quiser passar, eu recomendo manter o foco e a direção na área que te interessa e não se distrair com tantos concursos que estão sendo anunciados agora", aconselha a servidora. 

Só com OAB

As inscrições para o novo certame da PGDF começaram em 20 de abril e vão até as 18h de 19 de maio. A aplicação de provas objetivas está marcada para 10 de julho. São oferecidas 65 vagas imediatas para o cargo de procurador, com a formação de cadastro reserva. A remuneração inicial prevista é de até R$ 22,5 mil. Quem quiser participar, pode se inscrever pelo site do Cebraspe. A taxa é de R$ 240. É preciso ter graduação em direito e estar registrado na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).

Serão oferecidas 32 vagas para ampla concorrência, 13 vagas para candidatos com deficiência, 13 para candidatos negros e sete para candidatos hipossuficientes, ou seja, pessoas que concluíram o ensino médio em escola pública ou em instituições particulares com bolsa integral, ou cuja renda familiar per capita seja igual ou inferior a um salário mínimo e meio.

Além da Procuradoria, outros concursos estão com inscrições abertas no DF. Para a Polícia Penal, que exige nível superior, estão abertas até 6 de maio: basta acessar a página oficial do certame no site do Instituto AOCP. Recentemente, a Secretaria de Economia também autorizou a realização de concursos para o Corpo de Bombeiros Militar (CBMDF), para agente de custódia da Polícia Civil, para a Polícia Militar (PMDF), e para o Instituto de Previdência (Iprev), ainda sem data para inscrições.

» Leia mais sobre concursos na página 17

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE