Homenagem à tevê pioneira

Primeira emissora da capital federal, TV Brasília foi tema de sessão solene na Câmara Legislativa por ocasião dos 62 anos, comemorados no último dia 21

Patrício Macedo Rafaela Martins
postado em 29/04/2022 00:01
 (crédito: Minervino Júnior/CB/D.A.Press)
(crédito: Minervino Júnior/CB/D.A.Press)

Em uma sessão especial, na noite de ontem, a TV Brasília recebeu homenagem na Câmara Legislativa pelo 62º aniversário, comemorado em 21 de abril, mesma data de inauguração da capital federal. A solenidade ocorreu a pedido do deputado distrital Eduardo Pedrosa (União Brasil), em reconhecimento ao trabalho desenvolvido pelas empresas que fazem parte do grupo Diários Associados — Correio Braziliense, Rádio Clube FM e Aqui DF.

Para representar o Correio, estiveram no Plenário o vice-presidente executivo do jornal, Guilherme Machado; o diretor financeiro, Leonardo Moisés; a chefe da Redação, Ana Dubeux; além das colunistas Ana Maria Campos e Denise Rothenburg. "A TV Brasília é a cara da capital federal, e fazemos questão de mostrar, da forma mais crédula e legítima, o que acontece aqui. A emissora e o Correio têm uma simbiose com a própria cidade. Os dois sempre caminham juntos. E, a cada dia, nós tentamos integrar cada vez mais", afirmou Guilherme Machado.

Em nome da TV Brasília, participou o sócio da empresa, Paulo Octávio. O empresário lembrou que conheceu o estúdio da TV Brasília em 1962, durante um passeio da escola. "Brasília tem um vínculo enorme com a boa comunicação. Eu tinha 12 anos quando cheguei aqui. Estudava em uma escola pública chamada Caseb e, um dia, os professores resolveram fazer uma visita à TV Brasília. Entrei lá com muita emoção, pela primeira vez, e me entusiasmei à época, pois a tevê tinha muitos programas infantis e diferentes. Quis o destino que, nos anos 2000, eu me associasse a essa grande emissora, o que foi uma alegria, porque sempre foi muito importante valorizar os símbolos da cidade", discursou o empresário. 

O deputado Eduardo Pedrosa lembrou a inauguração do canal, o primeiro da cidade, que surgiu com a missão de transmitir a inauguração da capital federal. "Eu me sinto honrado de ter sido autor desta justa homenagem, que celebra os 62 anos da TV Brasília. Ela compõe o grupo dos Diários Associados com outras três empresas de sucesso, de qualidade e credibilidade do DF", declarou o parlamentar.

História

Em 62 anos de existência e resistência, a TV Brasília mantém uma trajetória vitoriosa de inovação e prestígio popular. Diariamente, mais de 4 milhões de telespectadores são impactados pelo sinal da emissora em todo DF, no Entorno e em alguns bairros de Goiânia. Com uma produção de conteúdo exclusivamente local, o canal que nasceu, cresceu e se desenvolveu como alma gêmea da cidade homônima segue colecionando feitos, sucessos, histórias e índices de audiência.

Presente em todas as plataformas digitais, a TV Brasília mantém a tradição de ser, também, a mais sólida em programações regionais no Brasil, gerando conteúdo autoral e revelando talentos do jornalismo, bem como do infoentretenimento televisivo nas últimas seis décadas. O veículo — que preenche 75% da grade da programação com produção própria, terceirizada ou independente — ofereceu mais de 11 programas apresentados por nomes da cidade simultaneamente.

Desde que exibiu a vinheta do índio-símbolo da TV Tupi pela primeira vez até se tornar retransmissora da RedeTV!, foram mais de 350 programas catalogados no acervo. Produtora do Jornal Local, Rayssa Oliveira, 28 anos, acompanha a trajetória do veículo há quase 12 anos. Ela começou na função de jovem aprendiz, aos 17, e, desde então, mergulha diariamente no mundo das notícias regionais. "Antes de terminar o ensino médio, eu estava vendo se me formaria em publicidade ou jornalismo. Quando apareceu a vaga para trabalhar na tevê, eu me decidi. A oportunidade só confirmou uma das opções que eu tinha. Hoje, eu sou uma das mais antigas (da empresa)", contou.

Alcance

Rayssa lembrou, ainda, os primeiros passos do programa DF Alerta: "Quando comecei, a sede da televisão ficava no Setor Hoteleiro Norte. Era bem simples. Mas, lá, tinha o antigo estúdio do programa, que surgiu uma semana após o dia em que comecei. Praticamente vi esse programa nascer e tive a oportunidade de trabalhar na produção. A empresa está na minha história. Entrei adolescente, casei, tive filhos e continuo fazendo parte desse veículo de comunicação".

Anos antes de Rayssa conhecer a redação, mais especificamente na década de 1980, o canal chegava a atingir 98% da audiência total do DF e do Entorno. O feito começou em 1967, quando o programa Carrossel virou vício entre as crianças e teve vida longa no ar. Foram 24 anos com edições diárias e comoção popular: mais de 5 mil pessoas chegaram a ocupar a praça da Torre de TV para se divertir com a boneca Carranquinha e o elenco do programa.

Vinte anos depois, foi a vez de o programa DF Alerta assumir picos de liderança e vice-liderança, segundo aferição do Ibope em 2012. Hoje, há 10 anos ininterruptos no ar, o telejornal policial mantém audiência relevante. O programa alcança, ao menos, 90 mil domicílios por dia, mantendo o objetivo da emissora.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE