Bife de Hamburgo

O cliente é a chave do negócio

Correio Braziliense
postado em 30/04/2022 00:01
 (crédito: Divulgação/Bife de Hamburgo)
(crédito: Divulgação/Bife de Hamburgo)

O Brasil encerrou 2021 com mais de quatro milhões de novos negócios, segundo o Ministério da Economia. Desse total, quase 75 mil empreendimentos estão no Distrito Federal. João Régis Magalhães faz parte do percentual de moradores da capital do país que apostou no investimento do próprio negócio. O bancário aposentado é proprietário da Bife de Hamburgo, estabelecimento localizado na 307 Sul e inaugurado no meio da pandemia.

Resultado de um sonho antigo, os preparativos que antecederam a abertura envolveram muitos estudos. Antes da aposentadoria, fez pós-graduação em gestão de negócios em serviços de alimentação para que os primeiros passos pudessem estruturar a empresa. Como missão, todas as decisões tomadas na hamburgueria têm o cliente como foco principal.

Homenagem histórica

Depois da resolução de abrir a empresa, foi necessário batizá-la. O nome Bife de Hamburgo surgiu em uma pesquisa sobre a origem do hambúrguer. A história conta que imigrantes alemães partiram do porto de Hamburgo para Nova York, no final do século 19, em busca de uma vida melhor. Com a chegada na América do Norte, a iguaria foi apresentada aos residentes, intitulada de hamburg steak (bife de hamburgo). A Bife de Hamburgo é, portanto, uma homenagem a todo esse processo.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE