Uma viagem histórica e afetiva

Correio Braziliense
postado em 30/04/2022 00:01
 (crédito: Renato Alves/Agência Brasília)
(crédito: Renato Alves/Agência Brasília)

Diretores, repórteres, fotógrafos, funcionários e convidados do Correio Braziliense presenciaram o resultado de um sonho audacioso e, sobretudo, corajoso, que virou realidade, exatamente, no momento em que a nossa Brasília se tornou real e foi entregue ao Brasil e ao mundo, há 62 anos.

Na noite da última segunda-feira, no CCBB, a exposição Brasília e Correio Braziliense 61 1 anos de história recebeu convidados para apreciar uma das maiores homenagens à capital da República, por ocasião de seu aniversário, que foi entregue ao público visitante em 21 de abril.

O governador Ibaneis Rocha ressaltou que o jornal esteve junto de Brasília desde os primeiros dias da cidade e que se mantém como uma grande fonte de informações confiáveis. "Em primeiro lugar, a história do Correio Braziliense se confunde com a de Brasília. E isso fica muito bem demonstrado por meio das capas de jornais que nós temos aqui, sobre os 62 anos da nossa capital. A importância de um veículo de qualidade e credibilidade valoriza muito a imprensa no Distrito Federal, principalmente em um período em que vem se proliferando de forma indevida as fake news", afirmou o chefe do Buriti.

Criador dos Diários Associados, Assis Chateaubriand, ouvindo o projeto de JK sobre a construção da nova capital no Planalto Central e a transferência para ela da sede do poder, lembrou que os "delírios do presidente" provocaram risadas em algumas pessoas. Mas o jornalista gostou da brincadeira e desafiou Juscelino, destacou o vice-presidente executivo do Correio, Guilherme Machado. "Em um ato visionário de Assis Chateaubriand, durante uma conversa com o presidente Juscelino Kubitschek, ele disse que, quando a nova capital fosse inaugurada, ele também inauguraria um jornal e uma emissora de tevê. Se foi '50 anos em cinco' para JK, para Assis Chateaubriand também não foi fácil criar dois veículos de comunicação com tamanha rapidez", contou. E assim, o Correio Braziliense, que existia desde o começo do século 19, impresso em Londres em sua primeira fase, renasceu após 137 anos na capital da esperança.

A iniciativa, plena de criatividade mostra o Correio muito próximo e presente na vida da cidade, assumida pelo competente e laborioso Francisco de Sousa Lima Filho, o nosso Chiquinho, nos encheu de orgulho e de uma satisfação imensa, por temos contribuído, com nosso trabalho árduo e diuturno na narrativa da história da capital do Brasil.

Em cada época, há 62 anos "de conexão intensa (e diária) entre a cidade e o jornal", cada um de nós homenageia a cidade, a seu modo, em 21 de abril com amor, com admiração e com vontade de ver Brasília reluzindo no cenário mundial, honrando todos os títulos, como o concedido pela Unesco em 1987, de Patrimônio Cultural da Humanidade.

Oferecemos uma exposição que é uma viagem de 62 anos pela história do mundo, do Brasil, de Brasília e dos brasilienses. Convidamos os representantes diplomáticos de todos os países e as escolas das redes particular e pública para uma visita à exposição, onde todos conhecerão a verdadeira história desta capital de todos os brasileiros. A mostra ficará até 20 de maio.

  • José Roberto Arruda e deputada Flávia Arruda
    José Roberto Arruda e deputada Flávia Arruda Foto: Jane Godoy/CB/D.A Press
  • O governador Ibaneis Rocha homenageou o trabalho exposto
    O governador Ibaneis Rocha homenageou o trabalho exposto Foto: Jane Godoy/DB/D.A Press
  • Liana Sabo mostra a matéria feita por ela em 1971
    Liana Sabo mostra a matéria feita por ela em 1971 Foto: Jane Godoy/CB/D.A Press
  • Guilherme Machado e Glaucia, com Fernanda Gasque, 
gerente-geral do CCBB
    Guilherme Machado e Glaucia, com Fernanda Gasque, gerente-geral do CCBB Foto: Jane Godoy/CB/D.A Press
  • Kátia Kubel, Júlio Kubel e Julinho
    Kátia Kubel, Júlio Kubel e Julinho Foto: Minervino Júnior/CB/D.A.Press
  • Renata La Porta e Neilene
    Renata La Porta e Neilene Foto: Minervino Júnior/CB/D.A.Press
  • Sandra Costa, do Sabin
    Sandra Costa, do Sabin Foto: Minervino Júnior/CB/D.A.Press
  • José Edward Lima, da CNI; Vicente Nunes e Rosana Hessel (Correio); José Aparecido, da Fecomércio; Karine Câmara, do Senac; e o senador Izalci Lucas
    José Edward Lima, da CNI; Vicente Nunes e Rosana Hessel (Correio); José Aparecido, da Fecomércio; Karine Câmara, do Senac; e o senador Izalci Lucas Foto: Divulgação/William Sant'Anna

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE