Força-tarefa contra a covid-19 vira exposição

Dificuldades e desafios provocados pela crise sanitária se tornaram tema de mostra do Ministério Público do DF e Territórios inaugurada ontem. Instituição também lançou livro que detalha ações realizadas nos dois anos de enfrentamento à pandemia

Rafaela Martins
postado em 07/05/2022 00:01
 (crédito: Minervino Júnior/CB/D.A.Press)
(crédito: Minervino Júnior/CB/D.A.Press)

Após mais de dois anos de combate à pandemia da covid-19, o Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) inaugurou uma exposição que apresenta, por meio de registros em fotografias e documentos, as ações promovidas pela instituição no período de crise sanitária. O trabalho se deu não apenas na área da saúde, mas também na educação, no campo dos direitos humanos e no sistema prisional.

A atuação em múltiplas frentes se tornou referência nacional e chegou, inclusive, à final de premiação do Conselho Nacional do Ministério Público. "Os números atuais mostram que tivemos comprometimento com o Distrito Federal no combate à pandemia da covid-19. E a força-tarefa (iniciada no MPDFT) não foi de mão única. Por isso, gostaríamos de homenagear a todos que se dedicaram. Essa exposição celebra um trabalho que não surgiu do nosso desejo, mas o vírus nos obrigou a rever diversos conceitos", declarou a procuradora-geral de Justiça do DF, Fabiana Costa.

A cerimônia de abertura da mostra, ontem, contou com a presença da vice-procuradora-geral, Selma Sauerbronn; do procurador dos direitos do cidadão, José Eduardo Sabo, responsável por coordenar a força-tarefa contra a covid-19; e do secretário de Saúde do DF, Manoel Pafiadache.

Conhecimento

O chefe da pasta da saúde prestigiou a exposição do início ao fim. Para Pafiadache, o material registra uma parte fundamental da história. "Isso aqui é extremamente importante para mostrarmos às próximas gerações tudo o que aconteceu. Estamos carregando conhecimento por meio da exposição", ressaltou o secretário.

A solenidade incluiu o lançamento e a distribuição de exemplares do livro Reflexões, impactos e perspectivas de atuação da força-tarefa, que presta contas à população sobre os dois anos de trabalho do MPDFT no combate à pandemia. O compilado pretende atingir diferentes segmentos sociais, para que os cidadãos brasilienses conheçam o trabalho realizado pela instituição.

Emocionado e agradecido pela dedicação da equipe, o procurador José Eduardo Sabo disse que enfrentou situações difíceis e angustiantes nesse período. Por isso, exaltou a todos os que se empenharam e acreditaram no trabalho do MPDFT. Por fim, dois técnicos em enfermagem da Secretaria de Saúde receberam uma homenagem, em nome dos profissionais que atuaram no combate à pandemia.

"Um vírus conhecido e uma crise sanitária global nos fez perceber, de pronto — tanto as instituições nacionais como internacionais, públicas e privadas —, a necessidade de alterar e transformar o comportamento, além da noção que tivemos de que cabia ao MPDFT ter uma atuação mais proeminente. Desse modo, foi instituída uma força-tarefa nas mais diversas áreas, para que trabalhassem em conjunto", completou o procurador Eduardo Sabo.

  • O secretário de Saúde do DF, Manoel Pafiadache, acompanhou a mostra do início ao fim
    O secretário de Saúde do DF, Manoel Pafiadache, acompanhou a mostra do início ao fim Foto: Minervino Júnior/CB/D.A.Press
  • Procurador dos direitos do cidadão, José Eduardo Sabo homenageou profissionais da saúde
    Procurador dos direitos do cidadão, José Eduardo Sabo homenageou profissionais da saúde Foto: Minervino Júnior/CB/D.A.Press
  •  05/05/2022 Crédito: Minervino Júnior/CB/D.A Press. Brasil.  Brasilia - DF. Força tarefa do Ministério Públicopandemis da covid 19. Promotores Eduardo Sabo e Fabiana Costa. Exposição de fotografias na pandemia.
    05/05/2022 Crédito: Minervino Júnior/CB/D.A Press. Brasil. Brasilia - DF. Força tarefa do Ministério Públicopandemis da covid 19. Promotores Eduardo Sabo e Fabiana Costa. Exposição de fotografias na pandemia. Foto: Minervino Júnior/CB/D.A.Press
Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE